VERDADE SEJA DITA: Série da AppleTV+ Examina Jornalismo, Justiça Criminal, Culpa e Verdade

VERDADE SEJA DITA, novíssima série da AppleTV+ que estréia hoje narra a história de uma jornalista e podcaster que teve papel essencial na condenação à prisão perpétua de um jovem acusada de matar a facadas um famoso escritor, em San Francisco. Ela ganhou o Prêmio Pulitzer e viu sua carreira decolar com as matérias a respeito do crime e do rumoroso julgamento.

Dezenove anos depois, Poppy Parnell começa a ter dúvidas sobre a culpa do condenado, as investigações policiais, o papel da família do morto no assassinato e de sua própria atuação no episódio.

Octavia Spencer, excelente atriz americana ganhadora do Oscar em HISTÓRIAS CRUZADAS vive a atormentada Poppy, que quer ir às últimas consequências para ver se errou em seu trabalho mais famoso.

O elenco tem outros nomes excelentes, como Lizzy Caplan (MASTERS OF SEX), Elizabeth Perkins (SHARP OBJECTS), Mekhi Phifer (E.R.), Aaron paul (BREAKING BAD) e Katherine LaNasa.

Por enquanto estão disponíveis três dos dez episódios desta primeira temporada. A narrativa misturando um tom quase documental na realização dos podcasts com a ficção em dois tempos (a época do crime e a atualidade) dão à série um dinamismo extremamente interessante.

A escritora e produtora americana Nichelle D.Tramble (THE GOOD WIFE) é a criadora e produtora de TRUTH TO BE TOLD. A britânica Sarah Pia Anderson (PRIME SUSPECT) dirige os primeiros capítulos.

Nestes tempos de crise do jornalismo, questionamentos à espetacularização da cobertura de julgamentos e tribunais, novas tecnologias impactando privacidade, jornalismo e verdade, TRUTH TO BE TOLD inicia de modo notável, provocativo e altamente bem produzido.

Acho que vai ser mais um sucesso da Apple TV+.

TRUTH TO BE TOLD, the all-new AppleTV + series that opens today tells the story of a journalist and podcaster who played a key role in condemning to life imprisonment of a young man accused of stabbing a famous writer in San Francisco. She won the Pulitzer Prize and watched her career take off with stories about that crime and its rumored trial.

Nineteen years later, Poppy Parnell begins to have doubts about the convict’s guilt, police investigations, the role of the deceased’s family in the murder and his own role in the episode.

Octavia Spencer, the excellent American Oscar-winning actress that worked in THE HELP lives the tormented Poppy, who wants to go to the bottom to see if she has made a mistake in her most famous work.

The cast has other excellent names, such as Lizzy Caplan (MASTERS OF SEX), Elizabeth Perkins (SHARP OBJECTS), Mekhi Phifer (E.R), Aaron Paul (BREAKING BAD) and Katherine LaNasa.

So far three of the ten episodes of this first season are available. The narrative blending an almost documentary tone in the making of podcasts with two-time fiction (the epoch of crime and the present) gives the series an extremely interesting dynamism.

American writer and producer Nichelle D.Tramble (THE GOOD WIFE) is the creator and producer of TRUTH TO BE TOLD. British Sarah Pia Anderson (PRIME SUSPECT) directs the first chapters.

In these times of journalism crisis, questions about the spectacular coverage of trials and courts, new technologies impacting privacy, journalism and truth, TRUTH TO BE TOLD begins in a remarkable, provocative and highly produced way.

I think it will be another Apple TV + success.

Anúncios

2 Replies to “VERDADE SEJA DITA: Série da AppleTV+ Examina Jornalismo, Justiça Criminal, Culpa e Verdade”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.