OS SUSPEITOS: Um Thriller Clássico e Extraordinário

Em 1995, o jovem cineasta Bryan Singer dirigiu o thriller THE USUAL SUSPECTS, contando a história da investigação policial sobre uma explosão de um navio que deixa vários suspeitos.

Evidentemente, a principal qualidade do filme está no seu elenco maravilhoso: Kevin Spacey, Gabriel Byrne, Chazz Palmintieri, Benicio del Toro, Kevin Pollack, Giancarlo Esposito, Dan Hedaya, Peter Postlehwaite e Suzy Amis. Um time maravilhoso.

O roteiro é nada menos que primoroso de Christopher McQuarrie. Uma trama policial e de mistério simplesmente genial. A figura misteriosa do gângster Keyser Soze é um dos maiores achados de todos os tempos.

Há muita coisa maravilhosa do filme.

Singer mostrava aqui seu talento cinematográfico superior, que depois apareceria nos filmes da franquia X-Men.

Acho que falar muito sobre o filme é retirar o prazer do espectador qua ainda não tenha visto este filmaço.

Quem já viu, tenho certeza que sabe todos os motivos para rever este clássico moderno.

In 1995, young filmmaker Bryan Singer directed the thriller THE USUAL SUSPECTS, telling the story of the police investigation into a ship explosion that leaves many suspects.

Of course, the main quality of the film is its wonderful cast: Kevin Spacey, Gabriel Byrne, Chazz Palmintieri, Benicio del Toro, Kevin Pollack, Giancarlo Esposito, Dan Hedaya, Peter Postlehwaite and Suzy Amis. A wonderful team.

The script is nothing short of exquisite by Christopher McQuarrie. A simply brilliant police and mystery plot. The mysterious figure of gangster Keyser Soze is one of the greatest finds of all time.

There is a lot of wonderful stuff in the movie.

Singer showcased his superior cinematic talent here, which would later appear in the films of the X-Men franchise.

I think that talking too much about the film is taking away the pleasure of the viewer who hasn’t seen this footage yet.

Whoever has seen it, I’m sure you know all the reasons to revisit this modern classic.

One Reply to “OS SUSPEITOS: Um Thriller Clássico e Extraordinário”

  1. Baita dica, mas faltou dizer onde se pode ver a obra. Abração

Deixe uma resposta para José Vieira Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.