Em O PODEROSO CHEFAO (1972), de Francis Ford Coppola, entre tantas frases inesquecíveis e diálogos memoráveis, um dos que me marcou foi aquele entre Don Corleone e seu afilhado Johnny Fontane, um artista de Hollywood em busca de um papel em um filme importante. Será mesmo baseado em Frank Sinatra, Fred Zinemann e A UM PASSO DA ETERNIDADE (1953)?

Johnny Fontane: [discutindo seus problemas] Eu não sei o que fazer, padrinho. Minha voz é fraca, é fraca. Enfim, se eu tivesse esse papel no filme, isso me colocaria de volta no topo, você sabe. Mas este … este homem lá fora. Ele não vai me dar, o chefe do estúdio.
Don Corleone: Qual é o nome dele?
Don Corleone: Woltz. Disse que não há nenhuma possibilidade, nenhuma possibilidade …
Johnny Fontane: Há um mês ele comprou os direitos sobre este livro, um best-seller. O personagem principal é um cara como eu. Eu nem teria que agir, apenas ser eu mesmo. Oh, padrinho, eu não sei o que fazer, eu não sei o que fazer …
[De repente, Don Corleone se ergue da cadeira e dá a Fontane um tranco forte]
Don Corleone: Você pode agir como um homem!
[Dá um tapa rápido em Fontane]
Don Corleone: Qual é o problema com você? É isso que você se tornou, um finocchio de Hollywood que chora como uma mulher? “Oh, o que eu faço? O que eu faço?” O que é esse absurdo? Ridículo!
[O mimetismo inesperado do Don faz Hagen e mesmo Fontane rir; Sonny entra]
Don Corleone: Diga-me, você passa algum tempo com sua família?
Johnny Fontane: Claro que sim.
Don Corleone: Bom. Porque um homem que não passa tempo com sua família nunca pode ser um homem de verdade.
[Dá um rápido olhar para Sonny e abraça carinhosamente Fontane]
Don Corleone: Você parece terrível. Eu quero que você coma, eu quero que você descanse bem. E daqui a um męs, esse big chefe de Hollywood vai te dar o que você quer.
Johnny Fontane: Tarde demais. Eles começam a filmar em uma semana.
Don Corleone: Vou fazer uma oferta que ele não pode recusar. OK? Eu quero que você deixe tudo para mim. Vá, volte para a festa.
[Um gratificado Fontane sai]

 

In GODFATHER(1972), by Francis Ford Coppola, among so many unforgettable quotes and memorable dialogues, one that I underline is that one between Don Corleone e his godson Johnny Fontane, a Hollywood actor, looking for a job in a big movie. Will it be based on Frank sinatra, Fred Zinemann and FROM HERE TO ETERNITY(1953)?

Johnny Fontane: [discussing his problems] I don’t know what to do, Godfather. My voice is weak, it’s weak. Anyway, if I had this part in the picture, it puts me right back on top, you know. But this… this man out there. He won’t give it to me, the head of the studio.
Don Corleone: What’s his name?
Don Corleone: Woltz. He said there’s no chance, no chance…
[Meanwhile, Hagen finds Sonny and summons him]
Johnny Fontane: A month ago he bought the rights to this book, a best seller. The main character is a guy just like me. I wouldn’t even have to act, just be myself. Oh, Godfather, I don’t know what to do, I don’t know what to do…
[All of a sudden, Don Corleone rises from his chair and gives Fontane a savage shake]
Don Corleone: YOU CAN ACT LIKE A MAN!
[gives a quick slap to Fontane]
Don Corleone: What’s the matter with you? Is this what you’ve become, a Hollywood finocchio who cries like a woman? “Oh, what do I do? What do I do?” What is that nonsense? Ridiculous!
[the Don’s unexpected mimicry makes Hagen and even Fontane laugh; around this time Sonny comes in]
Don Corleone: Tell me, do you spend time with your family?
Johnny Fontane: Sure I do.
Don Corleone: Good. Because a man who doesn’t spend time with his family can never be a real man.
[gives a quick look at Sonny and affectionately embraces Fontane]
Don Corleone: You look terrible. I want you to eat, I want you to rest well. And a month from now this Hollywood big shot’s gonna give you what you want.
Johnny Fontane: Too late. They start shooting in a week.
Don Corleone: I’m gonna make him an offer he can’t refuse. Okay? I want you to leave it all to me. Go on, go back to the party.
[a gratified Fontane leaves]