TED LASSO, Segunda Temporada: Tão Bom e Engraçado Quanto a Primeira

Já iniciou a segunda temporada da série original da Apple TV+, TED LASSO, a história do técnico de Futebol Americano universitário que é contratado por um time de soccer da … Continue reading TED LASSO, Segunda Temporada: Tão Bom e Engraçado Quanto a Primeira

A.O.SCOTT, no THE NEW YORK TIMES Sobre THE IRISHMAN: Um Monumento Grande, Sólido e Surpreendentemente Delicado

Trecho da crítica de A.O.Scott, parav o THE NEW YORK TIMES, a respeito de THE IRISHMAN, de Martin Scorsese: “Mas “The Irishman” também não é sentimental sobre isso. É um … Continue reading A.O.SCOTT, no THE NEW YORK TIMES Sobre THE IRISHMAN: Um Monumento Grande, Sólido e Surpreendentemente Delicado

OWEN GLEIBERMAN (no VARIETY) Elogia, Mas Diz que O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO é uma Refilmagem Mais do que uma Sequencia

Owen Gleiberman, no VARIETY sobre O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO: “E o mesmo acontece com a ação, que Miller encena com clareza e talento oníricos. “Deadpool”, do qual sou … Continue reading OWEN GLEIBERMAN (no VARIETY) Elogia, Mas Diz que O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO é uma Refilmagem Mais do que uma Sequencia

A.O.SCOTT no THE NEW YORK TIMES Sobre O IRLANDÊS: “longo como um romance de Dostoievski ou Dreiser, escuro como um quadro de Rembrandt”

Trechos da crítica de A.O.Scott, no THE NEW YORK TIMES, sobre O IRLANDÊS, de Martin Scorsese: “Mas o clima é diferente desta vez, mesmo se reconhecermos alguns dos rostos (mais … Continue reading A.O.SCOTT no THE NEW YORK TIMES Sobre O IRLANDÊS: “longo como um romance de Dostoievski ou Dreiser, escuro como um quadro de Rembrandt”

A.O.Scott, Crítico de Cinema do NEW YORK TIMES, Rasga Elogios Para ERA UMA VEZ…EM HOLYWOOD, de Quentin Tarantino

Três trechos da crítica de A.O.Scott, no NEW YORK TIMES sobre ERA UMA VEZ … EM HOLLYWOOD: “Há muito amor em” Once upon a Time… em Hollywood “, e muita … Continue reading A.O.Scott, Crítico de Cinema do NEW YORK TIMES, Rasga Elogios Para ERA UMA VEZ…EM HOLYWOOD, de Quentin Tarantino