A.O.SCOTT, no THE NEW YORK TIMES Sobre THE IRISHMAN: Um Monumento Grande, Sólido e Surpreendentemente Delicado

Trecho da crítica de A.O.Scott, parav o THE NEW YORK TIMES, a respeito de THE IRISHMAN, de Martin Scorsese: “Mas “The Irishman” também não é sentimental sobre isso. É um … Continuar lendo A.O.SCOTT, no THE NEW YORK TIMES Sobre THE IRISHMAN: Um Monumento Grande, Sólido e Surpreendentemente Delicado

OWEN GLEIBERMAN (no VARIETY) Elogia, Mas Diz que O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO é uma Refilmagem Mais do que uma Sequencia

Owen Gleiberman, no VARIETY sobre O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO: “E o mesmo acontece com a ação, que Miller encena com clareza e talento oníricos. “Deadpool”, do qual sou … Continuar lendo OWEN GLEIBERMAN (no VARIETY) Elogia, Mas Diz que O EXTERMINADOR DO FUTURO: DESTINO SOMBRIO é uma Refilmagem Mais do que uma Sequencia

A.O.SCOTT no THE NEW YORK TIMES Sobre O IRLANDÊS: “longo como um romance de Dostoievski ou Dreiser, escuro como um quadro de Rembrandt”

Trechos da crítica de A.O.Scott, no THE NEW YORK TIMES, sobre O IRLANDÊS, de Martin Scorsese: “Mas o clima é diferente desta vez, mesmo se reconhecermos alguns dos rostos (mais … Continuar lendo A.O.SCOTT no THE NEW YORK TIMES Sobre O IRLANDÊS: “longo como um romance de Dostoievski ou Dreiser, escuro como um quadro de Rembrandt”