DUMBO: NYT Elogia Fantasia de Tim Burton

Manohla Dargis, no NEW YORK TIMES, sobre DUMBO de Tim Burton: “Em seu remake live-action de Dumbo, da Disney, Tim Burton joga com um legado que ajudou a polir por décadas, apenas para deixá-lo em chamas. Enquanto o filme é uma declaração bem-vinda de independência artística para Burton, que muitas vezes se esforça contra restrições estéticas e industriais, vê-lo solto (mais imprudentemente que seu filhote de elefante) é de longe o maior prazer inesperado deste filme, que tira o pó do charme animado de 1941 com um espírito demente exultante “.

Manohla Dargis, no THE NEW YORK TIMES, about Tim Burton’s DUMBO: “In his live-action remake of Disney’s “Dumbo,” Tim Burton plays with a legacy that he has helped burnish for decades, only to set it gleefully ablaze. Ho-hum until it takes a turn toward the fascinatingly weird, the movie is a welcome declaration of artistic independence for Burton, who often strains against aesthetic and industrial restrictions. Watching him cut loose (more recklessly than his flying baby elephant) is by far the most unexpected pleasure of this movie, which dusts off the 1941 animated charmer with exhilaratingly demented spirit.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.