Um dos filmes da minha vida não tinha um diálogo sequer. O BAILE (1983), de Ettore Scola narrava, através de música e dança a história de 50 anos de um salão de baile em Paris, França e seus frequentadores.

Evidentemente, ali Scola e seu talento incomensurável encontraram campo livre para retratar não somente história e os fatos políticos e sociais daquele período, como as próprias relações humanas em todos os tempos.

A trilha sonora, por óbvio, é maravilhosa.

O BAILE é uma obra prima!

 

One of the movies of my life did not have a dialogue at all. Ettore Scola’s LE BAL (1983) narrated through music and dance the 50-year history of a ballroom in Paris, France and its regulars.

Evidently, there Scola and his immeasurable talent found free field to portray not only history and the political and social facts of that period, as the human relations themselves at all times.

The soundtrack, of course, is wonderful.

LE BAL is a masterpiece!