O cinema norte-americano às vezes produz alguns filmes que afrontam o mais elementar bom senso.

Um dos meus favoritos deste time hoje está fazendo 20 anos de seu lançamento: A OUTRA FACE ou FACE OFF, de John Woo, uma história policial tão maluca que a gente assistia na ponta da cadeira entre incrédulo pelas loucuras que o roteiro propunha e as inacreditáveis cenas de tiroteios e explosões em câmera lenta que pareciam bailados dos atores dirigidos pelo chinês Woo.

Um agente do FBI tem o seu filho assassinado por um criminoso e passa a ter como única missão de sua vida caçar o facínora que lhe desgraçou: Castor Troy.

Quando consegue realizar sua missão, recebe de seus chefes a incumbência de se infiltrar no bando do bandido para descobrir onde será a explosão de uma bomba que vai vitimar milhares de cidadãos. Para isto ele tem que submeter a uma cirurgia experimental que trocará seu rosto com o vilão.

Claro que tudo dá errado e ele vai parar na penitenciária com a cara do bandido e o vilão vai para a casa dele e para o FBI com o rosto de mocinho.

A certa altura do filme, a gente já não sabe mais quem é bandido ou mocinho. Mas isto também já não importa, tamanha a quantidade de cenas de tiros e explosões de tirar o fôlego.

O elenco tem John Travolta e Nicholas Cage (na época em que ele ainda fazia filmes bons), a ótima Joan Allen, a excelente Dominique Swain (como filha adolescente revoltada do agente do FBI), Gina Gershon e o Ator/Diretor Nick Cassavetes.

John Woo se consagrou em sua terra natal fazendo clássicos que valeram sua passagem para o Ocidente, onde chegou califado para dirigir filmes como MISSÃO IMPOSSÍVEL 2. Aqui ele deitou e rolou em seu estilo pirotécnico sem limites.

O enredo não pode ser mais fora de lógica e descabido. Mas o filme prende a atenção.

A OUTRA FACE é um filme sem qualquer cabimento. Dos bons.

 

American cinema sometimes produces some films that violates the most elementary common sense.

One of my favorites of this team today is 20 years old : FACE OFF by John Woo, a crazy police story that we watched on the edge of the chair between disbelieving the crazy things that the script proposed and the incredible scenes of shootings and slow-motion explosions that looked like dances from the actors led by Chinese Woo.

An FBI agent has his son murdered by a criminal and has the only mission of his life to hunt the bastard who disgraced him: Castor Troy.

When he is able to carry out its mission, he receives from his chiefs the commission to infiltrate the band  to discover where will be the explosion of a bomb that will victimize thousands of citizens. For this, he has to undergo an experimental surgery that will change his face with the villain.

Of course everything goes wrong and he will end up in the penitentiary with the face of the villain and the villain goes to his house and to the FBI with the face of the good guy.

At some point in the movie, we no longer know who is a good guy or a bad guy. But that does not matter anymore, due to the amount of breathtaking shots and explosions.

The cast includes John Travolta and Nicolas Cage (the time he was still making good movies), the great Joan Allen, the excellent Dominique Swain (as a teenage revolted daughter of the FBI agent), Gina Gershon and the Actor / Director Nick Cassavetes.

John Woo was glorified in his hometown making classics that were worth his passage to the West, where he came caliphate to direct films like MISSION IMPOSSIBLE 2. Here he lay down and rolled in his pyrotechnic style without limits.

The plot cannot be more out of logic and misplaced. But the movie does hold attention.

FACE OFF is a film without any logic. One of the good ones.