GREEN BOOK: Filme Espetacular Sobre Racismo e Preconceito Acerta o Alvo

O cinema pode conseguir coisas inacreditáveis. O cineasta e roteirista Peter Farelly iniciou sua carreira com comédias como DEBI E LÓIDE e EU, EU MESMO E IRENE, dois filmes inqualificáveis de tão ruins. Foi também o responsável por títulos como ANTES SÓ DO QUE MAL CASADO (horrorosa e escatológica comédia com Ben Stiller), o indefensável PASSE LIVRE e o desastrado OS TRÊS PATETAS.

Nada no mundo fazia crer que ele poderia gerar um filme tão sensível e maravilhoso como GREEN BOOK, certamente um dos melhores títulos sobre racismo e preconceito e fácil um dos melhores do ano de 2018.

Um roteiro espetacularmente concebido e escrito, com diálogos absolutamente memoráveis e cenas de antologia, GREEN BOOK, por certo, deve creditar muito de sua qualidade a sua dupla central de atores, realmente extraordinária.

Mahershala Ali é hoje um dos melhores atores em atividade no cinema americano, sendo excepcionais seus trabalhos em filmes como MOONLIGHT, ESTRELAS ALÉM DO TEMPO e séries como TRUE DETECTIVE e HOUSE OF CARDS. Viggo Mortensen (apesar do nome um novaiorquino) traz em seu cartel atuações igualmente de excelência, em filmes como O SENHOR DOS ANÉIS, MARCAS DA VIOLÊNCIA e APPALOOSA – UMA CIDADE SEM LEI. Os dois dão um show de interpretação, iluminando a tela a cada momento com seu talento. Sua escolha foi um dos grandes méritos de GREEN BOOK.

Mas o ponto central é a sensibilidade e o humanismo com que o filme aborda temas delicados como o racismo e o preconceito, com cenas e diálogos contundentes e emocionantes, sem jamais cair no piegas ou no sentimentalismo. O filme é perfeito em seu equilíbrio cinematográfico. Lúcido e emocionante na mesma medida.

GREEN BOOK marca seu nome na história do cinema, principalmente na lista dos melhores filmes de todos os tempos sobre racismo e preconceito.

Cinema can achieve unbelievable things. Filmmaker and screenwriter Peter Farelly began his career with comedies like DUMB AND DUMBER and ME, MYSELF AND IRENE, two unspeakable films so bad they are. He was also responsible for titles such as THE HEARTBREK KID (horrifying and eschatological comedy with Ben Stiller), the indefensible HALL PASS and the fumbling THE THREE STOOGES.

Nothing in the world could make us to believe that he could make a film as sensitive and wonderful as GREEN BOOK, certainly one of the best titles on racism and prejudice and easy one of the best of the year 2018.

A spectacularly designed and written screenplay, with absolutely memorable dialogues and anthology scenes, GREEN BOOK must certainly credit a lot to its very real core duo of actors.

Mahershala Ali is now one of the best actors in American cinema, with his work in films such as MOONLIGHT and HIDDEN FIGURES and series like TRUE DETECTIVE and HOUSE OF CARDS being exceptional. Viggo Mortensen (despite his name a New Yorker) brings his equally excellent performances in films such as THE LORD OF THE RINGS, A HISTORY OF VIOLENCE and APPALOOSA. The two give an interpretation show, illuminating the screen every moment with their talent. The choice of them was one of GREEN BOOK’s great merits.

But the central point is the sensitivity and the humanism with which the film deals with delicate subjects such as racism and prejudice, with scenes and dialogues blunt and exciting, without ever falling into corny or sentimentalism. The film is perfect in its cinematographic balance. Lucid and emotional to the same extent.

GREEN BOOK marks its name in the history of cinema, especially on the list of the best films of all time on racism and prejudice.

One Reply to “GREEN BOOK: Filme Espetacular Sobre Racismo e Preconceito Acerta o Alvo”

  1. Concordo contigo, este filme acerta mesmo no alvo e é uma grandiosa produção, mereceu mesmo o Oscar. Achei muito bom e que trata um tema tão importante. Eu recomendo um documentário que vi e me impactou muito que foi Diga o nome dela: A vida e morte de Sandra Bland. Eu estava pesquisando e encontrei esse documentário passando ontem na tv. Creio que é um dos melhores filmes HBO que vi nos últimos tempos, principalmente por ser um documentário tão bem feito. Considero que consegue o seu objetivo de nos informar e inclusive nos faz pensar sobre o tema. Vale a pena, recomendo a todos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s