ATENTADO AO HOTEL TAJ MAHAL: Thriller Baseado em Fatos Reais Assusta com o Radicalismo e o Fanatismo

ASSALTO AO HOTEL TAJ MAHAL (HOTEL MUMBAI), de Anthony Maras (cineasta australiano em sua estreia no longa metragem) é um thriller político que narra a história real dos atentados terroristas de inspiração religiosa ocorridos em Mumbai, Índia, no ano de 2008. O filme já está disponível para compra ou aluguel na Amazon Prime Video e no Itunes.

A brutalidade dos fatos ocorridos (também conhecidos como 26/11- tiros e explosões por parte de um grupo de terroristas em doze locais da cidade), deixou 174 mortos e mais de 300 feridos. Dos doze terroristas, onze foram mortos e um foi preso. Os líderes dos atentados da Organização Lashkar-e-Taiba seguem livres.

O filme é bastante forte e violento, não se esforçando em diminuir o impacto visual e temático de sua narrativa. Há dezenas de mortes de hóspedes e de membros do staff do Hotel filmadas de modo frio. O máximo que o diretor se permite é a utilização do recurso de deixar apenas o ruído de tiros em vários assassinatos. Há cenas recheadas de crueldade (que renderam a acusação de manipulador ao filme), como por exemplo aquela em que recepcionistas são obrigadas – sob a mira de armas – a pedir que hóspedes abram os quartos, para serem mortos pelos terroristas.

O elenco traz o ótimo ator inglês Dev Patel (visto em LEON e na ótima série da HBO NEWSROOM), o também excelente ator indiano Anupam Kher (um dos médicos da série da ABC NEW AMSTERDAM) no papel do Chef Oberoi (que grafou a frase mantra do filme “Guest is God – Hóspede é Deus”), o ascendente Armie Hammer (que fez os horrorosos O AGENTE DA UNCLE e THE LONE RANGER, mas também atuou nos ótimos ANIMAIS NOTURNOS e SUPREMA), a famosa atriz iraniana Nazanin Bondai (HOMELAND) e a atriz e cineasta australiana Tilda Cobham-Hervey (que fez o interessante ONE EYED GIRL).

Por sinal, entre as melhores cenas do filme há que destacar o diálogo brilhante entre o personagem de Dev Patel e uma hóspede sobre o papel de um turbante para os indianos e as várias cenas em que um bebê se torna uma grande ameaça à sobrevivência de todos por chorar em momentos indiscretos próximo aos terroristas.

HOTEL MUMBAI tem um grande acerto na extração de um grande suspense em inúmeras cenas, levando o espectador ao máximo de tensão em diversas situações de perigo. Isto é permanentemente reforçado ao lembrarmos que, embora as dramatizações acentuem tudo, aquilo são fatos que efetivamente ocorreram. Neste ponto o diretor é muito competente em inserir muitas cenas e fotos reais e trechos de noticiários das emissoras ao redor do mundo sobre aqueles fatos sangrentos.

Em resumo, o filme é uma obra assutadora pelo seu realismo, tanto como filme, como uma lembrança dos tempos em que vivemos e os riscos decorrentes do fanatismo vigente nos nossos dias.

HOTEL MUMBAI, by Anthony Maras (Australian filmmaker in his feature film debut) is a political thriller that tells the true story of the religiously inspired terrorist attacks in Mumbai, India, in the year 2008. The movie is now available for purchase or rent on Amazon Prime Video and on ITunes.

The brutality of the events (also known as 26/11 – shots and explosions by a group of terrorists in twelve locations in the city) left 174 dead and more than 300 injured. Of the twelve terrorists, eleven were killed and one was arrested. Leaders of the Lashkar-e-Taiba Organization are still free.

The film is quite strong and violent, not struggling to diminish the visual and thematic impact of its narrative. There are dozens of deaths of guests and staff members filmed on cold blood. The maximum the director allows himself is the use of the resource of leaving only the noise of shots in various murders. There are cruelty-filled scenes (which have led to the manipulative charge of the film), such as receptionists being forced-at gunpoint-to ask guests to open rooms to be killed by terrorists.

The cast features the great English actor Dev Patel (seen in LEON and the great HBO NEWSROOM series), the equally excellent Indian actor Anupam Kher (one of the doctors in the ABC NEW AMSTERDAM series) in the role of Chef Oberoi wrote the mantra of “Guest is God“), the ascendant Armie Hammer (who made the horrendous THE MAN FROM UNCLE and THE LONE RANGER, but also acted in the great NOCTURNAL ANIMALS and SUPREME), the famous Iranian actress Nazanin Bondai (HOMELAND) and Australian actress and filmmaker Tilda Cobham-Hervey (who made the interesting ONE EYED GIRL).

Of course, the best scenes in the film include the brilliant dialogue between Dev Patel’s character and a guest on the role of a turban for the Indians and the various scenes in which a baby becomes a major threat to the survival of all by crying in indiscreet moments next to the terrorists.

HOTEL MUMBAI has a great success in extracting a great suspense in numerous scenes, taking the viewer to the maximum of tension in several situations of danger. This is permanently reinforced by remembering that, while the dramatizations accentuate everything, they are facts that actually occurred. At this point the director is very competent at inserting many actual scenes and photos and excerpts from news outlets around the world about those bloody events.

In summary, the film is a scathing work for its realism, both as a film, as a reminder of the times we live in and the risks arising from today’s fanaticism.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s