ANNA: O PERIGO TEM NOME – Novo Filme de Luc Besson Mantém Ação Ininterrupta e Twists na História

Costumo sempre lembrar os primeiros dez minutos de SUBWAY, um thriller que Luc Besson fez no ano de 1985, com Isabelle Adjani e Christopher Lambert. O ritmo da ação era tão intenso que a gente se sentia cansado logo no início do filme.

Besson tem em sua carreira de cineasta ótimos filmes como O PROFISSIONAL, O QUINTO ELEMENTO, NIKITA: PROGRAMADA PARA MATAR e IMENSIDÃO AZUL. Não sou muito fã de LUCY, apesar de Scarlett Johansson luminosa.

Seu mais recente trabalho é ANNA: O PERIGO TEM NOME, outro thriller de ação febril e ininterrupta. A novidade deste trabalho é uma série de twists na história que não param de surpreender o espectador até o final do filme.

A estrela do filme é a belíssima modelo russa Sasha Luss, que tinha aparecido no medonho filme VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS. Certamente ela não tem pique e nem experiência para segurar sozinha um filme deste porte. Por isto, inteligentemente, Luc Besson trouxe para o cast Dame Helen Mirren, uma das grandes atrizes do cinema atual (aqui em um divertido papel de Chefe da KGB cheia de tiques), Cillian Murphy (um bom ator irlandês) e Luke Evans, o Galês de A BELA E A FERA.

Três nomes experientes seguram a barra para a russa Luss desfilar sua beleza no papel de Anna, uma espiã russa fazendo jogo duplo ou triplo, não se sabe até o final do filme.

Dentro da filmografia de Luc besson há trabalhos bem melhores. Eu sou fã de O PROFISSIONAL e gosto muito de NIKITA. Embora ANNA não chegue a este patamar de excelência, é inegável que, por várias qualidades do trabalho, elenco e montagem, se vê o filme com muito interesse e suspense crescente.

Dá para exigir mais de um thriller?

I always remember the first ten minutes of SUBWAY, a thriller that Luc Besson made in 1985, with Isabelle Adjani and Christopher Lambert. The pace of the action was so intense that we were tired early in the movie.

Besson has in his career as a great filmmaker such films as LEON, THE FIFTH ELEMENT, NIKITA and LE GRAN BLEU. I’m not a fan of LUCY, despite the bright Scarlett Johansson.

His most recent work is ANNA, another feverish, uninterrupted action thriller. The novelty of this work is a series of twists in the story (wrote by Besson himself) that keep surprising the viewer until the end of the movie.

The star of the movie is the gorgeous Russian model Sasha Luss, who had appeared in the hideous movie VALERIAN AND THE CITY OF THOUSAND PLANETS. Surely she has no experience to hold a movie of this size alone. That’s why, cleverly, Luc Besson has brought cast Dame Helen Mirren, one of the great actresses of today’s cinema (here in a fun role of ticky KGB Boss), Cillian Murphy (a good Irish actor) and Luke Evans, the Welsh star from BEAUTY AND THE BEAST.

Three seasoned names hold the bar for Russian Luss to parade her beauty in the role of Anna, a Russian spy playing double or triple game, we do not know until the end of the movie.

Within Luc besson’s filmography there are much better works. I’m a fan of THE PROFESSIONAL and I really like NIKITA. Although ANNA does not reach this level of excellence, it is undeniable that, by various qualities of work, casting and editing, the film is seen with much interest and growing suspense.

Can we demand more for a thriller?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s