UMA LONGA QUEDA: Que Motivos um Suicida Tem Para Viver?

Encontrei no site http://www.belasartesalacarte.com a comédia dramática que o cineasta francês Pascal Chaumeil (Diretor de Segunda Unidade de O QUINTO ELEMENTO e O PROFISSIONAL) chamada UMA LONGA QUEDA. Quatro desconhecidos se encontram no terraço de um prédio altíssimo de Londres, na véspera do ano novo, todos com a intenção de se matar. Por várias circunstâncias, eles decidem que vão adiar o extremado ato até o dia dos namorados, algumas semanas depois no calendário inglês.

Os suicidas são Martin (Pierce Brosnan), um famosos apresentador de TV que caiu em desgraça por que em uma de suas infidelidades transou com uma menor, o que lhe fez perder o emprego, o casamento e passar um tempo preso; Jess (Imogen Poots), a filha rebelde do Secretário de Governo da Educação, sofrendo pelo desaparecimento da irmã mais velha; Maureen ( a sempre ótima Toni Colette), a mãe de um menino que sofre de uma paralisia incurável; e J.J. (Aaraon Paul, de Breaking Bad), um entregador de pizza que diz ter um câncer incurável no cérebro.

Quem criou este quarteto incrível de potenciais suicidas foi o talentosíssimo escritor inglês Nick Hornby, autor de ALTA FIDELIDADE, UM GRANDE GAROTO e BROOKLYN. Como sempre, sua história é profundamente dramática, mas recheada de um humor inteligente e absolutamente invulgar.

O Diretor Chaumeil teve teve a sensibilidade e a inteligência de deixar o texto brilhante de Hornby guiar o filme. Somado a isto o charme e a qualidade do elenco (ainda tem Sam Neil e Rosamund Pike), UMA LONGA QUEDA é um filme ótimo de se ver.

O tema pesado do suicídio enseja reflexões profundas (e ao mesmo tempo criativas e até divertidas). Por que vale a pena viver. A solidariedade que estabelece entre os quatro personagens é uma dica certa da resposta.

Vale muito a pena ver UMA LONGA QUEDA. Tem comédia, tem drama e tem muito coisa da vida a ser refletida. Um ótimo filme.

I found on the website http://www.belasartesalacarte.com the dramatic comedy that the French filmmaker Pascal Chaumeil (Second Unit Director of THE FIFTH ELEMENT and THE PROFESSIONAL) called A LONG WAY DOWN. Four strangers meet on the roof of a tall building in London on New Year’s Eve, all with the intention of killing themselves. For various circumstances, they decide that they will postpone the extreme act until Valentine’s Day, a few weeks later on the English calendar.

The suicidals are Martin (Pierce Brosnan), a famous TV presenter who fell in disgrace because in one of his infidelities he had sex with a minor, which made him lose his job, his marriage and spend time in prison; Jess (Imogen Poots), the rebellious daughter of the Secretary of Government for Education, suffering from the disappearance of her older sister; Maureen (the always great Toni Colette), the mother of a boy who suffers from incurable paralysis; and J.J. (Breaking Bad’s Aaraon Paul), a pizza delivery man who claims to have incurable brain cancer.

Who created this incredible quartet of potential suicides was the talented English writer Nick Hornby, author of HIGH FIDELITY, ABOUT A BOY and BROOKLYN. As always, his story is deeply dramatic, but filled with an intelligent and absolutely unusual humor.

Director Chaumeil had the sensitivity and intelligence to let Hornby’s brilliant text guide the film. In addition to the charm and quality of the cast (there is still Sam Neil and Rosamund Pike), A LONG WAY DOWN is a great movie to watch.

The heavy theme of suicide gives rise to deep reflections (and at the same time creative and even fun). Why it is worth living? The solidarity established among the four characters is a sure tip of the answer.

It is very worthwhile to see A LONG WAY DOWN. There’s comedy, there’s drama and there’s a lot of life to reflect on. A great movie.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.