STRIKE: Temporada Quatro do Detetive de J.K.Rowling Outra Vez é Brilhante e Imperdível

Eu gosto muito da série inglesa STRIKE, que a BBC produz, a partir dos livros escritos por J.K.Rowling (a mãe de HARRY POTTER), sob o pseudônimo de Robert Galbraith, contando as aventuras de um P.I. (Cormoran Strike), veterano da Guerra do Iraque que faz investigações de casos intrincados em companhia de sua assistente Robin Ellacott, na Londres dos dias atuais.

Um dos múltiplos interesses de STRIKE é a paixão (e tensão erótica) entre os dois detetives, principalmente agora que Robin está casada com Matthew (Kerr Logan), seu namorado de infância, que se opõe fortemente ao trabalho perigoso da esposa. a série conduz magistralmente o tema, criando uma forte expectativa sobre o destino da paixão platônica entre o brilhante P.I. que perdeu uma perna no Golfo e a ruivinha inconformada com a mesmice de sua vida antes de Strike.

Strike é um trabalho brilhante do ator Tom Burke. Misto dos Investigadores Particulares clássicos como Sam Spade e Phillip Marlowe, Strike é um profissional cheio de valores e inconformidades com as injustiças do mundo, o que lhe faz perseguir obstinadamente os culpados nos casos que lhe são confiados por clientes mais ou menos honestos em seus propósitos.

Nesta quarta temporada (novíssima, estreou 30 de agosto na Inglaterra), ele e Robin fazem duas investigações paralelas: um junkie violento lhes diz que anos atrás testemunhou o assassinato de uma menina por seu pai e outras pessoas atrás de um chalé nos arredores de Londres. O segundo caso é demandado pelo próprio pai do turbulento cliente: descobrir quem lhe tem chantageado por malfeitos cometidos.

Robin é um personagem cada vez mais fascinante. A atriz inglesa Holliday Grainger – vista em TELL IT TO THE BEES e CINDERELLA – cresce a olhos vistos a cada novo trabalho. Tendo hoje apenas 32 anos, promete alçar vôos mais altos no cinema. Mas sua Robin é decidida, resiliente, determinada, inteligente, apaixonada e contestadora de sua vida conservadora, o que a leva a se encantar com o trabalho de investigadora, apesar de todos os riscos envolvidos, o que a leva a ter ataques de pânico que esconde de todos.

A produção da BBC é extremamente esmerada. As paisagens de Londres (e de seu countryside) São espetaculares. Como em SHERLOCK, STRIKE ganha muito pela excelência de suas filmagens e requintadas cenas e roteiros criativos.

Vi o primeiro dos três capítulos desta quarta temporada. Acessar o IPlayer da BBC é bastante complicado. Mas as três primeiras temporadas de STRIKE estão disponíveis no NOW, já que no Brasil foram exibidas pelo CINEMAX.

São filmes policiais imperdíveis para os fãs de histórias policiais brilhantemente escritas (outra prova do talento de Rowling) e encenadas. Para ver várias vezes.

I really like the English series STRIKE, which the BBC produces, based on books written by JK Rowling (the mother of HARRY POTTER), under the pen name Robert Galbraith, telling the adventures of a PI (Cormoran Strike), veteran of the Gulf War who investigates intricate cases in the company of his assistant Robin Ellacott in today’s London.

One of STRIKE‘s multiple interests is the passion (and erotic tension) between the two detectives, especially now that Robin is married to Matthew (Kerr Logan), her childhood boyfriend, who is strongly opposed to his wife’s dangerous work. The series masterfully conducts the theme, creating a strong expectation about the fate of Platonic passion between the brilliant P.I. who lost a leg in the Gulf and the little redhead who was not satisfied with the sameness of her life before Strike.

Strike is a brilliant work by actor Tom Burke. A mix of classic Private Investigators like Sam Spade and Phillip Marlowe, Strike is a professional full of values ​​and nonconformities with the injustices of the world, which makes him stubbornly pursue the culprits in cases entrusted to him by more or less honest clients in his purposes .

In this fourth season (brand new, premiered August 30 in England), he and Robin make two parallel investigations: a violent junkie tells them that years ago he witnessed the murder of a girl by his father and others behind a cottage outside London . The second case is demanded by the father of the turbulent client: to find out who has blackmailed him for wrongdoing.

Robin is an increasingly fascinating character. The English actress Holliday Grainger – seen in TELL IT TO THE BEES and CINDERELLA – grows with each new work. Now only 32 years old, she promises to take higher flights in the cinema. But her Robin is determined, resilient, determined, intelligent, passionate and challenging her conservative life, which leads her to be enchanted by the work of investigator, despite all the risks involved, which leads her to have panic attacks that hides from everyone.

BBC production is extremely painstaking. The landscapes of London (and its countryside) are spectacular. As in SHERLOCK, STRIKE wins a lot for the excellence of his filming and exquisite scenes and creative scripts.

I saw the first of the three chapters of this fourth season. Accessing the BBC’s IPlayer is quite complicated. But the first three seasons of STRIKE are available on NOW, since in Brazil they were shown by CINEMAX.

These are must-see detective films for fans of brilliantly written detective stories (another proof of Rowling’s talent) and staged. To see several times.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.