John Woo: O Cineasta Chinês da Câmera Lenta

O cineasta chinês John Woo está fazendo 74 anos hoje. Segue trabalhando em Hollywood, Nas seu último filme com repercussão internacional foi O PAGAMENTO, um thriller rodado em 2003, com Ben Aflleck e Uma Thurman.

O cinema de John Woo é assinado. São sempre histórias violentas, filmadas com maestria, usando os tiroteios e lutas de um forma visualmente arrebatadora raras vezes vistas no cinema. Sempre há o uso abundante da câmera lenta, estilizando as lutas quase como se fossem um ballet violento.

O ALVO, com Jean Claude Van Damme em 1993 foi o estouro internacional de John Woo, já conhecido (e com muito sucesso) no oriente eem alguns circuitos de filmes autorais.

Entre seus filmes mais conhecidos está A OUTRA FACE, um policial muito maluco em que para descobrir um complô terrorista um policial aceita trocar de rosto (!) com um bandido que matou seu filho, proporcionando confusões a granel, estrelado por John Travolta, Nicholas Cage, Joan Allen, Dominique Swain e Gina Gershon. Apesar de abusar da câmera lenta em lutas, tiroteios e explosões, este trabalho foi além do tradicional cinema de Woo, explorando temas paralelos muito interessantes como até onde vai o desejo de vingança, o complexo de Édipo e o ciúme. Na minha opinião, é de longe o melhor filme de John Woo.

Ele ainda dirigiu o segundo filme da franquia MISSÃO IMPOSSÍVEL, produzido e estrelado por Tom Cruise, aqule com Anthony Hopkins, Thandie Newton e Dougray Scott.

Há muitos elementos onipresentes no cinema de John Woo, além das cenas em câmera lenta: lutas na praia ou no mar, armas poderosas, twists na trama e cenas recriadas mais de uma vez por visões diferentes dos personagens.

Embora sequer tenha pretensões temáticas mais profundas, o cinema de John Woo tem qualidades inegáveis. Acho a acusação de glamurização da violência injusta. Suas cenas são realmente coreografadas com muito talento e visualmente são um deleite para o espectador.

Outro mérito inegável é ter criado um cinema tão autoral que gerou uma corrente sem fim de seguidores e imitadores.

Chinese filmmaker John Woo is turning 74 today. He continues to work in Hollywood. His latest film with international repercussions was THE PAYMENT, a thriller shot in 2003, with Ben Aflleck and Uma Thurman.

John Woo’s cinema is signed. They are always violent stories, filmed with mastery, using shootings and fights in a visually sweeping way rarely seen in cinema. There is always an abundant use of slow motion, styling fights almost as if they were violent ballet.

THE TARGET, with Jean Claude Van Damme in 1993 was the international breakthrough of John Woo, already known (and very successful) in the east and in some circuits of authoral films.

Among his best-known films is FACE OFF, a film where a very crazy policeman intend to discover a terrorist plot changing faces (!) with a thug who killed his son, providing bulk confusion, starring John Travolta , Nicholas Cage, Joan Allen, Dominique Swain and Gina Gershon. Despite abusing slow motion in fights, shootings and explosions, this work went beyond Woo’s traditional cinema, exploring very interesting parallel themes like how far the desire for revenge goes, the Oedipus complex and jealousy. In my opinion, it is by far the best film by John Woo.

He also directed the second film in the MISSION IMPOSSIBLE franchise, produced and starring Tom Cruise, the one with Anthony Hopkins, Thandie Newton and Dougray Scott.

There are many ubiquitous elements in John Woo’s cinema, in addition to the slow-motion scenes: fights on the beach or at sea, powerful weapons, twists in the plot and scenes recreated more than once by different views of the characters.

Although it doesn’t even have deeper thematic claims, John Woo’s cinema has undeniable qualities. I think the accusation of glamorizing violence is unfair. His scenes are really choreographed with a lot of talent and visually are a delight for the viewer.

Another undeniable merit is to have created a cinema so authorial that it generated an endless chain of followers and imitators.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.