RAISED BY WOLVES: Ridley Scott e HBO Fazem Ficção Científica Complexa e Impactante

Ontem vi dois capítulos da série RAISED BY WOLVES, que o cineasta Ridley Scott produziu e dirigiu (pelo menos estes dois capítulos) para a HBO e que apenas está disponível no App HBO MAX, que deve chegar ao Brasil no início de 2021.

Já escrevi aqui que na minha opinião Ridley Scott fez filmes maravilhosos, alguns dos melhores das décadas recentes (BLADE RUNNER, OS DUELISTAS, ALIEN O OITAVO PASSAGEIRO, THELMA E LOUISE, GLADIADOR e ROBIN HOOD) e outros trabalhos inqualificáveis de tão ruins (A LENDA, PROMETHEUS e O CONSELHEIRO DO CRIME). Até hoje me desconcerto com isto.

RAISED BY WOLVES iniciou um terceiro grupo na filmografia de Scott: ainda não sei se gostei ou não. A produção no gênero de ficção científica (uma das preferidas de Ridley Scott) é tão magnífica e grandiosa que a gente se pega, em muitos momentos, deslumbrado pelas imagens na tela, se distanciando do conteúdo mostrado. Impressionante é o mínimo que se pode dizer.

A segunda qualidade inegável é a originalidade. Dois andróides ateus (a Terra está sendo destruída por uma guerra religiosa entre ateus e crentes) chegam ao Planeta Keppler 22B com embriões humanos para iniciar a colonização do lugar nos padrões ateus. Anos depois apenas estão vivos os andróides Mother (Amanda Collin), Father (Abubakar Salim) e o pequeno Campion (Winta McGraw).

A chegada de uma nave com crentes vai desequilibrar a vida deles, despertando uma fúria sanguinária em Mother, uma andróide do tipo Necromante, que assassina pessoas sem piscar os olhos.

O segundo capítulo, em um aparente flash back, volta à Terra em Guerra e apresenta dois outros personagens Sue (a atriz Niamh Algar) e Marcus (Travis Fimmel) guerreiros participando da batalha final com planos de sobreviver fugindo do Planeta. Onde isto se encaixa na sina de Mother e Father, ainda não se sabe.

A complexidade da trama é uma das características de ótimos filmes de ficção científica (vide 2001, o próprio Blade Runner e Duna), mas talvez aqui tenha sido uma dose exagerada de confusão.

RAISED BY WOLVES já foi renovado para uma segunda temporada. A primeira tem 10 episódios.

Sem dúvida vou voltar ao universo de RAISED BY WOLVES. Preciso saber o que aconteceu com Mother, Father e Campion. E finalmente, decidir se gostei ou não.

Yesterday I saw two chapters of the RAISED BY WOLVES series, which the filmmaker Ridley Scott produced and directed (at least these two chapters) for HBO and which is only available on the HBO MAX App, which should arrive in Brazil in early 2021.

I have already written here that in my opinion Ridley Scott made wonderful films, some of the best in recent decades (BLADE RUNNER, THE DUELISTS, ALIEN, THELMA AND LOUISE, GLADIATOR and ROBIN HOOD) and other unspeakable works that are so bad (THE LEGEND , PROMETHEUS and THE COUNSELOR). To this day, I am disconcerted by this.

RAISED BY WOLVES started a third group in Scott’s filmography: I still don’t know if I liked it or not. The production in the science fiction genre (one of Ridley Scott’s favorites) is so magnificent and grand that we find ourselves, in many moments, dazzled by the images on the screen, distancing ourselves from the content shown. Impressive is the least you can say.

The second undeniable quality is originality. Two atheist androids (the Earth is being destroyed by a religious war between atheists and believers) arrive at Planet Keppler 22B with human embryos to begin colonizing the place in atheistic standards. Years later only the androids Mother (Amanda Collin), Father (Abubakar Salim) and little Campion (Winta McGraw) are still alive.

The arrival of a ship with believers will unbalance their lives, arousing a bloody rage in Mother, a Necromancer type android, who murders people without blinking an eye.

The second chapter, in an apparent flash back, returns to Earth at War and features two other characters Sue (actress Niamh Algar) and Marcus (Travis Fimmel) warriors participating in the final battle with plans to survive fleeing the Planet. Where this fits Mother and Father’s fate remains to be seen.

The complexity of the plot is one of the characteristics of great science fiction films (see 2001, Blade Runner and Dune), but perhaps here it was an exaggerated dose of confusion.

RAISED BY WOLVES has already been renewed for a second season. The first has 10 episodes.

I will definitely return to the universe of RAISED BY WOLVES. I need to know what happened to Mother, Father and Campion. And finally, decide whether I liked it or not.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.