DEPOIS DE HORAS: Um Scorsese Cômico. Ou Trágico?

Um título diferente na filmografia do mestre Martin Scorsese é DEPOIS DE HORAS (AFTER HOURS). Corria o ano de 1985, quando as telas mostraram a pior noite da vida de Paul Hackett, um novaiorquino que conhece uma mulher atraente (embora pareça bem problemática) e vai ao encontro dela no SoHo. Tudo dá errado. Mas a noite de confusão é incrivelmente construída pelo filme.

Griffin Dune (incrível trabalho), Rossana Arquette (linda e em seu melhor trabalho), Linda Fiorentino, Tommy Chong, Verna Bloom, Teri Gar, John Heard, Cheech Marin, Will Patton e Larry Block fazem um elenco incrível.

Qual o gênero do filme? É uma comédia? Sim, porque as situações cômicas são numerosas e incríveis. Scorsese mostra um insuspeitado talento para fazer comédia. É um drama? Por certo. A quantidade de problemas que atropela a vida de Paul Hackett é quase de tons de tragédia grega. É um thriller? Claro. A gente fica na ponta da cadeira ansiando pelo final do filme.

O lendário crítico de cinema Vincent Canby do THE NEW YORK TIMES escreveu sobre o filme: “After Hours” de MARTIN SCORSESE não é uma comédia fácil de pegar o jeito, isto é, até que você perceba que é tanto sobre desorientação emocional quanto desorientação em si mesma. A perfeita ordem da música nos créditos de abertura – Sympthony in D major de Mozart – fornece o contraste cômico para quase tudo que vem depois, em que nada é equilibrado ou previsível ou totalmente coerente.”

Numa carreira de muitos filmes brilhantes (TAXI DRIVER, A ÉPOCA DA INOCÊNCIA, HUGO CABRET, OS INFILTRADOS, TOURO INDOMÁVEL e tantos outros), DEPOIS DE HORAS é um filme meio fora de contexto.

Apenas aparentemente. Scorsese mostra neste filme como acontecimentos cômicos podem ser trágicos. Ou vice versa. Com o brilhantismo de sempre.

A different film in the filmography of the master Martin Scorsese is AFTER HOURS. It was 1985, when the screens showed the worst night in the life of Paul Hackett, a New Yorker who meets an attractive woman (although she looks very troubled) and goes to meet her in SoHo. Everything goes wrong. But the night of confusion is incredibly built by the film.

Griffin Dune (incredible work), Rossana Arquette (beautiful and in her best work), Linda Fiorentino, Tommy Chong, Verna Bloom, Teri Gar, John Heard, Cheech Marin, Will Patton and Larry Block make an incredible cast.

What is the genre of the film? It is a comedy? Yes, because the comic situations are numerous and incredible. Scorsese shows an unsuspected talent for making comedy. Is it a drama? For sure. The number of problems that run over Paul Hackett’s life is almost tones of Greek tragedy. Is it a thriller? Sure. We stand at the end of the chair looking forward to the end of the film.

Legendary film critic Vincent Canby from THE NEW YORK TIMES wrote about the film: “After Hours” by MARTIN SCORSESE is not an easy comedy to get the hang of, that is, until you realize it is so much about emotional disorientation how much disorientation in itself. The perfect order of the music in the opening credits – Sympthony in D major by Mozart – provides the comic contrast to almost everything that comes after, in which nothing is balanced or predictable or totally coherent. “

In a career of many brilliant films (TAXI DRIVER, AGE OF INNOCENCE, HUGO CABRET, THE DEPARTED, RAGING BULL and so many others), AFTER HOURS is a somewhat out of context film.

Only apparently. Scorsese shows in this film how tragic events can be tragic. Or vice versa. With the usual brilliance.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.