A ESPERA: Doído de Tão Lindo

Vi na Amazon Prime Video, um filme ítalo-francês tão lindo que estou com vontade de não ver nenhum outro filme neste final de ano, para ficar com aquelas imagens na retina e no coração. A ESPERA (THE WAIT), dirigido pelo cineasta italiano Piero Messina, em 2015 é um filme daqueles de cortar os pulsos.

Um mulher francesa solitária que mora na Sicília está aguardando seu filho para a Páscoa, quando recebe a notícia de que ele morreu. No dia seguinte, chega na casa dela, sem saber de nada a namorada do filho, que tinha marcado de se encontrar com ele na casa materna para a Páscoa.

Sem coragem de contar à nora o ocorrido, ela vai adiando a notícia, com um misto de dor, tristeza e desespero. A menina passa a espera pelo namorado, se afeiçoando à sogra.

Juliette Binoche é uma atriz daquelas que sustenta em alto nível qualquer filme. Está brilhante como Ana, a despedaçada mãe em luto. A ascendente atriz Francesa Lou de Laâge (BRANCA COMO A NEVE e AGNUS DEI) mostra outra vez seu talento na arte de representar. Aos 30 anos, certamente vai longe na carreira.

O roteiro baseado em uma peça de Luigi Pirandello, foi magnificamente escrito por Giacomo Bendotti, Ilaria Macchia, Andrea Paolo Massara e pelo próprio diretor Messina. Trata-se de uma sequencia de cenas não somente belíssimas (o que é a cena da procissão noturna na cidade?) como profundamente emocionantes, a imensa maioria tristes e melancólicas como o estado de espírito das duas protagonistas.

Duas mulheres magníficas crescem juntas na espera.

O final de L’ATESSA é antológico. Trata-se de uma fina forma de encerrar um filme memorável.

I saw on Amazon Prime Video, an Italian-French film so beautiful that I feel like not seeing any other films at the end of this year, to keep those images on my retina and in my heart. THE WAIT, directed by Italian filmmaker Piero Messina, in 2015 is a film to cut your wrists.

A lonely French woman who lives in Sicily is waiting for her son for Easter when he receives the news that he has died. The next day, he arrives at her house, unaware of his son’s girlfriend, who had arranged to meet him at the maternity home for Easter.

Without the courage to tell her daughter-in-law what happened, she postpones the news, with a mixture of pain, sadness and despair. The girl waits for her boyfriend, becoming fond of her mother-in-law

Juliette Binoche is an actress who maintains a high level of film. It is brilliant like Ana, the shattered grieving mother. French actress Lou de Laâge (BLANCHE COMME NEIGE and AGNUS DEI) again shows her talent in the art of acting. At 30, she will certainly go a long way in her career.

The script, based on a play by Luigi Pirandello, was magnificently written by Giacomo Bendotti, Ilaria Macchia, Andrea Paolo Massara and the director Messina himself. It is a sequence of scenes that are not only beautiful (what is the scene of the night procession in the city?) But deeply emotional, the vast majority sad and melancholy as the mood of the two protagonists.

Two magnificent women grow up together in the waiting.

The ending of L’ATESSA is anthological. It is a fine way to end a memorable film.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.