DESTRUIÇÃO FINAL – O ÚLTIMO REFÚGIO : Uma Viagem aos Anos 70 em um Filme Desastre Bem Mais ou Menos

DESTRUIÇÃO FINAL – O ÚLTIMO REFÚGIO, do cineasta Ric Roman Vaugh é, por todas as características um filme desastre, um gênero que teve seu auge na década de 70 e que tem como exemplares mais ilustres AEROPORTO, INFERNO NA TORRE e O DESTINO DO POSEIDON.

Um grupo de pessoas (interpretados por atores conhecidos) é colocado por um acidente, fenômeno da natureza ou outro tipo de catástrofe, em uma situação de risco de vida extremo, onde os fracos se acovardam e os valorosos mostram sua coragem.

Gerard Butler (um dos astros de filmes de ação da atualidade), Morena Baccarin (a linda e competente atriz brasileira de HOMELAND e DEADPOOL), Scott Glenn, Hope Davis, David Denman e Al Mitchell são as pessoas que se deparam com a realidade da Terra ser atingida por um cometa que vai trazer a extinção da espécie.

O governo americano seleciona determinadas pessoas para irem a abrigos subterrâneos (construídos na época da Guerra Fria), o que causa um corrida de pânico em que uns matam os outros pela chance de chegar a Greenland, o abrigo que faz as vezes de Terra Prometida.

Como ocorria muitas vezes nos filmes desastre, a paixão do diretor e roteirista pela catástrofe que se aproxima normalmente deixa em segundo plano os personagens, meros coadjuvantes da tragédia em que estão envolvidos.

O filme de Vaugh aceita (e cai) em todas as armadilhas do gênero, como a criança doente que vai ficar sem seu remédio, um clichê duro de se ver.

DESTRUIÇÃO FINAL – O ÚLTIMO REFÚGIO é literalmente muito barulho por nada. Apenas mais um filme desastre (gênero fora de moda) bem comum.

GREENLAND, by filmmaker Ric Roman Vaugh is, by all characteristics, a disaster film, a genre that had its peak in the 70s and whose most illustrious examples are AIRPORT, THE TOWERING INFERNO and THE POSEIDON ADVENTURE.

A group of people (played by well-known actors) are placed by an accident, a natural phenomenon or another type of catastrophe, in an extremely life-threatening situation, where the weak cower and the courageous show their courage.

Gerard Butler (one of today’s action movie stars), Morena Baccarin (the beautiful and competent Brazilian actress of HOMELAND and DEADPOOL), Scott Glenn, Hope Davis, David Denman and Al Mitchell are the people who come across the reality of the Earth being hit by a comet that will bring about the extinction of the species.

The American government selects certain people to go to underground shelters (built at the time of the Cold War), which causes a panic race in which some kill each other for the chance to reach Greenland, the shelter that acts as Promised Land.

As was often the case in disaster films, the director’s and screenwriter’s passion for the approaching catastrophe usually leaves the characters in the background, merely supporting the tragedy in which they are involved.

Vaugh’s film accepts (and falls) into all the traps of the genre, like the sick child who will be without his medicine, a cliché hard to see.

GREENLAND is literally a lot of noise for nothing. Just another ordinary disaster film (old fashioned genre).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.