NOMADLAND: Lírico, Melancólico e Apaixonante como uma Poesia

NOMADLAND, da cineasta chinesa Chloe Zhao é um filme maravilhoso. Uma verdadeira poesia filmada. Baseado no livro não ficcional de Jessica Bruder sobre os nômades, pessoas que vivem viajando pelo interior dos Estados Unidos, morando em trailers, motorhomes e vans adaptados, dormindo em campings especialmente destinados para este fim.

A extraordinária atriz Frances McDormand (não há palavra para defini-la) vive Fern, uma mulher viúva (sofreu muito na fase final de vida do esposo) e sem filhos que vive andando de cidade em cidade a bordo de sua antiga Van muito preparada para abrigá-la. Fern tem alguns locais e empregos temporários agendados em seu calendário, como trabalhar para a Amazon próximo ao Natal, onde a demanda absurda por mão de obra proporciona ganhos expressivos e rever os amigos conhecidos ali mesmo.

O filme é belíssimo. Pelas paisagens incríveis do interior americano, pelos personagens originais e únicos com quem Fern convive (vividos pelos próprios) cada um com sua história de vida que o empurrou a ser um nômade.

É impressionante ver como há muita gente com este tipo de vida. Alguns pela liberdade experimentada. Outros pela solidão. Ainda outros pelos traumas que a vida lhes impôs. Cada um com sua história de vida, de paixões (realizadas ou frustradas), famílias existentes ou passadas. Relatos apaixonantes.

A diretora Zhao tem 8 filmes na carreira até hoje. Em seus 39 anos mostra uma maturidade e um domínio da arte de filmar incríveis. Estudou cinema na New York University Tisch School of the Arts. O Sundance Festival a descobriu anos atrás, com seus curtas criativos.

Também aparece no filme, em papel destacado o ótimo ator David Strathairn, indicado ao Oscar no maravilhosos BOA NOITE BOA SORTE.

O serviço de streaming HULU antecipou o lançamento de NOMADLAND que deve ter muitas indicações ao Oscar este ano. Não sei quais serão. Mas todas vão ser merecidas. Trata-de de um filme extraordinário.

NOMADLAND, by Chinese filmmaker Chloe Zhao is a wonderful film. A true filmed poetry. Based on Jessica Bruder‘s nonfiction book about nomads, people who travel in the interior of the United States, living in adapted trailers, motorhomes and vans, sleeping in camps specially designed for this purpose.

The extraordinary actress Frances McDormand (there is no other word to define her) lives Fern, a widowed woman (she suffered a lot in the final stage of her husband’s life) and without children who lives going from town to town aboard her old Van very prepared to be a house it. Fern has some places and temporary jobs scheduled on her calendar, such as working for Amazon around Christmas, where the absurd demand for labor provides significant gains and seeing friends she knows right there.

The film is beautiful. For the incredible landscapes of the American countryside, for the original and unique characters with whom Fern talks (lived by themselves) each one with his life story that pushed him to be a nomad.

It is impressive to see how many people have this kind of life. Some for the freedom experienced. Others for solitude. Still others for the traumas that life imposed on them. Each one with its history of life, of passions (realized or frustrated), existing or past families. Passionate stories.

Director Zhao has 8 films in her career to date. In her 39 years she shows an incredible maturity and mastery of the art of filming. She studied cinema at the New York University Tisch School of the Arts. The Sundance Festival discovered it years ago, with its creative shorts.

Also featured in the film, on prominent role is the great actor David Strathairn, nominated for an Oscar in the wonderful GOOD NIGHT GOOD LUCK.

The streaming service HULU anticipated the release of NOMADLAND which should have many Oscar nominations this year. I don’t know what they will be. But they will all be deserved. This is an extraordinary film.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.