JANE MARCH: O Tsunami que Virou Marola

Em 1992, o cinema foi sacudido pelo aparecimento de uma atriz inglesa que atraiu todas as atenções no belo filme O AMANTE (THE LOVER), do cineasta francês Jean Jacques Annaud. Jane March apareceu como um tsunami nas telas e foi capa de todas as revistas sobre filmes.

Dois anos depois, voltou a “causar” ao trabalhar em A COR DA NOITE (COLOR OF NIGHT), um thriller dirigido por Richard Rush, em que ela e Bruce Willis passavam mais tempo em cena transando e andando pelados por uma mansão em Los Angeles que tentando resolver o mistério sobre quem matava os pacientes do psiquiatra.

A atriz fez somente 19 filmes. Nenhum chegou perto do impacto dos dois primeiros.

Hoje ela completa 48 anos.

Como muitas promessas surgidas rumorosamente no futebol, Jane March ameaçou ser um tsunami. Virou uma marola.

In 1992, the cinema was shaken by the appearance of an English actress who attracted all the attention in the beautiful film THE LOVER, by the French filmmaker Jean Jacques Annaud. Jane March appeared as a tsunami on the screens and was on the cover of all magazines about films.

Two years later, she returned to “cause” when working on COLOR OF NIGHT, a thriller directed by Richard Rush, in which she and Bruce Willis spent more time on the scene having sex and walking naked in a Los Angeles mansion. that trying to solve the mystery about who killed the psychiatrist’s patients.

The actress made only 19 films. Neither came close to the impact of the first two.

Today she turns 48.

Like many promises rumored in football, Jane March threatened to be a tsunami. She became into a small wave.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.