TRAPAÇA: Confronto Entre Professora e Aluna Vira Caso de Polícia

A série inglesa CHEAT (exibida no Sundance Channel) mostra a escalada do conflito entre uma Professora de uma Universidade inglesa e uma aluna com problemas emocionais, depois que a mestra questiona um trabalho que teria sido copiado pela aluna. Inconformada, a jovem passa a cyber assediar a professora, seu marido e até a sua vida pessoal.

Esta primeira temporada tem quatro episódios. Apesar de alguns rumores, até agora a ITV não anunciou uma segunda temporada.

A atriz inglesa Katherine Kelly (CRIMINAL e MRS. SELFRIDGE) interpreta a Professora Leah, em fase difícil de seu casamento com o também professor Adam (Tom Goodman-Hill, de O JOGO DA IMITAÇÃO), quando a esperada gravidez não se consuma. Quando ela expõe que a aluna Rose (Molly Windsor) trapaceou em seu trabalho, ganha uma inimiga sem limites em uma relação que vai se deteriorando a cada episódio.

CHEAT consegue evoluir muito bem neste aumento de hostilidade entre as duas mulheres, usando de forma perfeita a alternância de épocas da narrativa entre momentos atuais e flashbacks do que ocorreu.

O elenco ótimo ainda tem Peter Firth (EQUUS) como o Pai de Leah, outro Professor com mistérios em seu passado.

A narrativa escorrega em alguns lugares comuns ( o gato outra vez?) mas consegue prender a atenção do espectador ansioso por ver seu final.

Na minha opinião, CHEAT atinge seu objetivo de ser um thriller moderno e cheio de atrativos.

The English series CHEAT (shown on the Sundance Channel) shows the escalation of the conflict between a Professor and a female student with emotional problems, at an English University, when the master questions a work that would have been copied by the student. Disconcerted, the young woman starts to cyber harass the teacher, her husband and even her personal life.

This first season has four episodes. Despite some rumors, ITV has so far not announced a second season.

English actress Katherine Kelly (CRIMINAL UK and MRS. SELFRIDGE) plays Professor Leah, in a difficult phase of her marriage to also Professor Adam (Tom Goodman-Hill, from THE IMITATION GAME), when the expected pregnancy is not consummated. When she exposes that student Rose (Molly Windsor) cheated in her work, she gains an enemy without limits in a relationship that deteriorates with each episode.

CHEAT manages to evolve very well in this increase in hostility between the two women, using perfectly the alternation of times in the narrative between current moments and flashbacks of what happened.

The great cast still has Peter Firth (EQUUS) as Leah’s Father, another Professor with mysteries in his past.

The narrative slides in some common places (the cat again?) But manages to hold the viewer’s attention, anxious to see its end.

In my opinion, CHEAT achieves its goal of being a modern and attractive thriller.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.