A PORTA VERMELHA: Série Policial Italiana é Longa Demais

O canal MHZ (especializado em filmes e séries européias) traz a série A PORTA VERMELHA (LA PORTA ROSSA), uma produção italiana da RAI, com 12 capítulos de uma hora cada um.

A história mostra um crime que vitima um policial de Trieste que está prestes a prender um poderoso traficante de drogas local. O morto fica na Terra como fantasma e passa a investigar qual de seus colegas o traiu e matou.

A série investe forte no modelo do whodunnit, mudando os muitos suspeitos do foco principal de atenção do espectador.

No elenco o destaque principal é para a atriz americana Gabriella Pession, que já tinha se destacado no excelente seriado CROSSING LINES, onde fazia a policial italiana Eva Vittoria. Ao lado dela, como o policial morto vivo está o ator italiano Lino Guanciale. E ainda tem um papel de destaque, como Vanessa, a menina que vê e fala com o morto, da atriz Valentina Romani.

A série tem algumas ótimas cenas, não tendo os responsáveis receio de ousar nas tomadas de câmera que usam e abusa, da bela paisagem de Trieste.

Outra vez achei a duração da história exagerada. Seis capítulos teriam sido suficientes.

Acho que estão fazendo falta ótimos montadores, com coragem de cortar mais cenas.

The MHZ channel (specializing in European films and series) features the series THE RED DOOR (LA PORTA ROSSA), an Italian production by RAI, with 12 chapters of one hour each.

The story shows a crime that victimizes a Trieste police officer who is about to arrest a powerful local drug dealer. The dead man remains on Earth as a ghost and goes on to investigate which of his colleagues betrayed and killed him.

The series invests heavily in the whodunnit model, changing the many suspects from the main focus of the viewer’s attention.

In the cast the main highlight is for the American actress Gabriella Pession, who had already stood out in the excellent series CROSSING LINES, where she was the Italian police officer Eva Vittoria. Beside her, as the undead policeman is the Italian actor Lino Guanciale. And she still has a prominent role, like Vanessa, the girl who sees and talks to the dead, the actress Valentina Romani.

The series has some great scenes, and those responsible are not afraid to dare in the camera shots and in the use of the beautiful landscape of Trieste.

Again, I found the length of the story exaggerated. Six chapters would have been sufficient.

I think great editors are missing, with the courage to cut more scenes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.