IRRESISTIBLE: Somos Todos Manipulados Pela Política?

Imagine, por exemplo o Jô soares escrever o roteiro de uma sátira política. É mais ou menos o caso do filme IRRESISTIBLE, que o notório apresentador do THE DAILY SHOW, Jon Stewart escreveu, produziu e dirigiu e que está disponível no NOW e na Apple TV+.

Stewart, advindo da Comedy Central, é uma celebridade no EUA em face do talk show que apresenta diariamente em horário nobre da televisão. São os convidados que disputam um convite para ir ao seu programa.

Aqui ele faz um filme que conta a história de um marqueteiro político democrata que arrasado com a derrota de Hilary Clinton para Donald Trump recebe o vídeo de um militar aposentado em uma pequena cidade do estado de Wisconsin enfrentando o Prefeito local com valores de inclusão, solidariedade e diversidade admiráveis. Resolve ir até lá propor que o ex-militar concorra para ser o próximo prefeito de Winterlaaken.

Quando os resultados iniciam a aparecer, o Partido Republicano envia para a cidade sua melhor marqueteira política, o que desencadeia uma guerra de candidaturas que vira noticiário nacional.

O filme de Stewart é muito bem feito. A sátira ao ambiente das campanhas eleitorais é nada menos que brilhante. Embora a polarização entre Democratas e Republicanos seja muito particular dos EUA, todos os países entendem a polarização em campanhas eleitorais.

Os personagens são muito bem concebidos e escritos pelo roteiro. O protagonista Gary Zimer (mais um ótimo trabalho de Steve Carell) não tem limites em sua busca pela vitória. Entra em choque a todo momento com os costumes arraigados e conservadores da pequena cidade (“Dá para fazer as vacas ficarem quietas?”)

O personagem do Coronel Jack Hastings (Chris Cooper sempre muito bom) é outro acerto maravilhoso do filme de Stewart. Ex-combatente, hoje é um fazendeiro em Winterlaaken, vivendo com a filha Diana (a ótima McKenzie Davis)e tentando encontrar uma forma de melhorar a vida da cidade e de seus habitantes.

O excelente elenco ainda tem Rose Byrne (como a marqueteira republicana também sem limites), Brent Sexton e Topher Grace.

IRRESISTIBLE provoca muitas risadas, amargas reflexões e ainda encontra tempo para dar um twist final que deixa o espectador muito surpreso e um pouco desconcertado. Não era apenas uma comédia que estávamos assitindo.

Ponto para Jon Stewart.

Imagine, for example, Jo Soares writing the script for a political satire. It is more or less the case of the film IRRESISTIBLE, which the notorious host of THE DAILY SHOW, Jon Stewart wrote, produced and directed and which is available on NOW and on Apple TV +.

Stewart, coming from Comedy Central, is a celebrity in the USA in the face of the talk show that he anchors on prime time daily on television. It is the guests who dispute an invitation to go to his show.

Here he makes a film that tells the story of a Democratic political marketer who was devastated by the defeat of Hilary Clinton to Donald Trump receives the video of a retired military man in a small town in the state of Wisconsin facing the local Mayor with values ​​of inclusion, solidarity and diversity. He decides to go there and propose that the ex-military man run to be the next mayor of Winterlaaken.

When the results start to appear, the Republican Party sends its best political marketer to the city, which triggers a war of candidacies that becomes national news.

Stewart’s film is very well done. The satire on the electoral campaign environment is nothing short of brilliant. Although the polarization between Democrats and Republicans is very particular to the United States, all countries understand the polarization in election campaigns.

The characters are very well designed and written by the script. The protagonist Gary Zimer (another great work by Steve Carell) has no limits in his quest for victory. He is in shock at all times with the ingrained and conservative customs of the small town (“Can you keep the cows quiet?”)

Colonel Jack Hastings’ character (Chris Cooper always very good) is another wonderful hit from Stewart’s film. A former combatant, he is now a farmer in Winterlaaken, living with his daughter Diana (the great McKenzie Davis) and trying to find a way to improve the life of the city and its inhabitants.

The excellent cast still has Rose Byrne (as the Republican marketer also without limits), Brent Sexton and Topher Grace.

IRRESISTIBLE provokes many laughs, bitter reflections and still finds time to give a final twist that leaves the viewer very surprised and a little disconcerted. It wasn’t just a comedy that we were watching.

Point to Jon Stewart.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.