AMOR À LA CARTE: Hallmark Segue Fazendo Contos de Fada

O Canal Hallmark se caracteriza por fazer filmes com história atuais com cara de contos de fada e finais felizes. A produção é ótima, os atores e atrizes bonitas e elegantes e as histórias atraentes. Mas os roteiros passam da simplicidade. São quase irreais. Tudo dá certo e mesmo os dramas terminam de forma feliz.

AMOR À LA CARTE – que está na Amazon Prime Brasil – é uma comédia romântica sobre um Chef viúvo (o canadense Kavan Smith de 4400 e SOBRENATURAL) cujo restaurante precisa de modernizações e está à beira da falência. Uma empresa do ramo de alimentos congelados se interessa em fazer um projeto milionário de comida congelada gourmet concebida pelo Chef e coloca no restaurante a executiva Maggie (a atriz californiana Autumn Reeser, de SULLY e THE O.C.) para administrar o Projeto.

Tudo tem um clima de fantasia irreal e meio próprio de fábulas. Os diálogos e as situações são bem artificiais (o Chef ensina a Executiva a fazer massa com as próprias mãos em cena que lembra a da argila de GHOST) mas tem seu charme.

A gente já sabe o que vai ver. Escapismo puro, Mas bem feito.

The Hallmark Channel is characterized by making films with current history that look like fairy tales and happy endings. The production is great, the actors and actresses beautiful and elegant and the stories compelling. But the scripts go beyond simplicity. They are almost unreal. Everything goes well and even the dramas end happily.

LOVE ON THE MENU – which is on Amazon Prime Brasil – is a romantic comedy about a widowed Chef (Canadian Kavan Smith, from 4400 and SUPERNATURAL) whose restaurant needs modernization and is on the verge of bankruptcy. A frozen food company is interested in making a millionaire gourmet frozen food project designed by the Chef and places executive Maggie (Californian actress Autumn Reeser, from SULLY and THE O.C.) to manage the Project.

Everything has an atmosphere of unreal fantasy and means of fables. The dialogues and situations are very artificial (the Chef teaches the Executive to make pasta with his own hands on a scene that resembles the clay of GHOST) but has its charm.

We already know what we’re going to see. Pure escapism, but well done.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.