007 NUNCA MAIS OUTRA VEZ : Refilmagem Teve Sean Connery como James Bond Pela Última Vez

Em 1983, o ótimo cineasta Irvin Kershner fez para a Warner a refilmagem de A CHANTAGEM ATÔMICA, no divertido NUNCA MAIS OUTA VEZ (NEVER SAY NEVER AGAIN).

O filme marcou a última vez em que Sean Connery viveu o agente britânico James Bond 007.

Em meio à uma discussão sobre direitos do personagem James Bond, a Warner furou a série produzida pela Família Broccoli, trazendo outra vez a história de um mega vilão (o ótimo Klaus Maria Brandauer vivendo Emilio Largo criação clássica de Adolfo Celi) que para viabilizar um complô sequestra uma bailarina irmã de um piloto da Força aérea americana que facilita o roubo de ogivas nucleares.

A produção claramente não tinha os recursos da série de 007 e algumas soluções e cenas são bem disfarçadas.

O elenco foi ótimo. Além de Connery e Brandauer, Kim Basinger uma Dominó linda e jovem), Barbara Carrera (ótima como a vilã Fátima), Edward Fox, Max von Sydow (um Blofeld original) e uma ótima participação do eterno Mr.Bean, Rowan Atinkson.

O roteiro até ousou abordar abusos contra mulheres, tráfico de escravas brancas, e intrigas políticas entre os países desenvolvidos, temas ausentes do filme original.

Kershner é o diretor de O IMPÉRIO CONTRA ATACA, um dos filmes mais elogiados da franquia GUERRA NAS ESTRELAS.

Sean Connery – o melhor 007 do cinema – já estava com 53 anos quando fez o filme. Mas seu charme britânico até a alma seguia intacto.

NUNCA MAIS OUTRA VEZ entrou para a história como um dos filmes de 007 com mais humor. Tem muitas cenas realmente divertidas. Delicia muito o espectador e o fã de James Bond.

In 1983, the great filmmaker Irvin Kershner did for Warner the remake of THUNDERBALL, in the funny NEVER SAY NEVER AGAIN.

The film marked the last time Sean Connery played British agent James Bond 007.

In the middle of a discussion about the rights of the James Bond character, Warner broke the series produced by the Broccoli Family, bringing again the story of a mega villain (the great Klaus Maria Brandauer living Emilio Largo, a classic creation by Adolfo Celi) that to make possible a Plot kidnaps a sister dancer of an American Air Force pilot who facilitates the theft of nuclear warheads.

The production clearly lacked the features of the 007 series and some solutions and scenes are well disguised.

The cast was great. In addition to Connery and Brandauer, Kim Basinger a beautiful and young Domino), Barbara Carrera (great as the villain Fátima), Edward Fox, Max von Sydow (an original Blofeld) and a great participation of the eternal Mr.Bean, Rowan Atinkson.

The script even dared to address abuses against women, the white slave trade, and political intrigue among developed countries, themes that were absent from the original film.

Kershner is the director of THE EMPIRE STRIKES BACK, one of the most praised films in the STAR WARS franchise.

Sean Connery – the best 007 in cinema – was already 53 when he made the film. But his British charm even the soul remained intact.

NEVER SAY NEVER AGAIN made history as one of 007’s most humorous films. There are a lot of really fun scenes. The viewer and the James Bond fan are delighted.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.