TOO CLOSE: Série Inglesa Mostra Investigação Dolorosa e Complexa

A ITV lançou na Apple TV uma mini série dramática com enredo policial muito elaborado e complexo. Uma mãe provoca um acidente de carro tendo como passageiras sua filha e a melhor amiga. Sem lembrar o que aconteceu, ela é presa e se torna paciente de uma brilhante psiquiatra forense indicada pela Justiça para avaliar suas condições psicológicas. E até se a amnésia alegada é real ou fictícia?

Duas ótimas atrizes duelam nos três episódios da mini série. Emily Watson, a premiada atriz inglesa de GOSSFORD PARK e BREAKING THE WAVES (duas vezes indicada ao Oscar) tem um de seus melhores trabalhos como a atormentada Dra. Emma Robertson. Aos poucos vamos sabendo o episódio de sua vida que lhe provoca pesadelos terríveis.

A agradável surpresa é a atriz irlandesa Denise Gough (71: ESQUECIDO EM BELFAST) no papel da mãe criminosa Connie Mortensen. A narrativa mostrando as consultas com a psiquiatra em alternância com os fatos que detonaram o acidente é uma forma brilhante de contar a história mantendo o espectador em permanente suspense.

Já vi o primeiro dos três episódios. É excelente. Um drama poderoso com toques de suspense magnificamente feito.

Como se imagina as séries de produtoras inglesas investem fortemente na excelência das interpretações de atrizes e atores, uma das qualidades notáveis de sua dramaturgia.

Aqui não é diferente. Cada cena entre Emily Watson e Denise Gough são um espetáculo a parte.

ITV launched a dramatic mini series on Apple TV with a very elaborate and complex police storyline: TOO CLOSE. A mother causes a car accident with her daughter and the child’s best friend as passengers. Without remembering what happened, she is arrested and becomes the patient of a brilliant forensic psychiatrist appointed by the Justice to assess her psychological conditions. What if the alleged amnesia is real or fictitious?

Two great actresses duel in the three episodes of the mini series. Emily Watson, the award-winning English actress from GOSSFORD PARK and BREAKING THE WAVES (twice nominated for an Oscar) has one of her best works as the tormented Dr. Emma Robertson. Gradually we learn about her life episode that causes terrible nightmares.

The pleasant surprise is the Irish actress Denise Gough (71) in the role of the criminal mother Connie Mortensen. The narrative showing consultations with the psychiatrist in alternation with the facts that triggered the accident is a brilliant way of telling the story keeping the viewer in permanent suspense.

I have already seen the first of the three episodes. It is excellent. A powerful drama with touches of suspense magnificently made.

As you can imagine, the series of English producers invest heavily in the excellence of the interpretations of actresses and actors, one of the outstanding qualities of their dramaturgy.

It is no different here. Each scene between Emily Watson and Denise Gough is a separate show.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.