LISEY’S STORY: Por Enquanto Belíssimas Imagens um Tanto Desconexas

A Apple TV+ lançou os dois primeiros capítulos da mini-série LISEY’S STORY, produção original baseada no livro homônimo de Stephen King.

A beleza invulgar da produção inicia nos créditos de abertura (dos mais lindos dos últimos tempos) com duas marionetes representando Julianne Moore e Clive Owen. Intrigante, bonito e meio assustador. Nestes créditos vão aparecendo os nomes ilustres de quem se envolveu na produção. Julianne Moore, além de atriz principal é produtora. Stephen King, além de roteirista também produz. J.J. Abrahams é um dos responsáveis.

O elenco tem Clive Owen, Jennifer Jason Leigh, Dane de Haan e Joan Allen, um time de respeito.

Vi os dois primeiros episódios.

A história ainda me parece meio desconexa. Acho que as pontas vão se juntar mais adiante na narrativa. A trama conta os problemas de uma viúva (cujo marido foi assassinado) em conviver com um stalker que a persegue para ter os textos inéditos do falecido escritor.

Por enquanto não se sabe o que é real ou o que é sonho, alucinação, pesadelo ou imaginação dos personagens.

O que já dá para dizer é que as imagens que se sucedem na tela são de uma beleza quase torturante. São verdadeiras pinturas em movimento.

O chileno Pablo Larrain, diretor da série, já tinha mostrado muito talento em NO e NERUDA. O senso visual dele é muito aguçado.

Vou seguir vendo. Quero saber como Lisey vai ficar. Por enquanto ela está enredada em muitos problemas.

Apple TV+ has released the first two chapters of the mini-series LISEY’S STORY, an original production based on Stephen King‘s book of the same name.

The unusual beauty of the production begins in the opening credits (the most beautiful in recent times) with two puppets representing Julianne Moore and Clive Owen. Intriguing, cute and kind of scary. In these credits, the illustrious names of those involved in the production appear. Julianne Moore, in addition to leading actress is a producer. Stephen King, in addition to being a screenwriter, also produces. J.J. Abrahams is also one of those responsible for the series.

The cast has Clive Owen, Jennifer Jason Leigh, Dane de Haan and Joan Allen, a respectable team.

I saw the first two episodes.

The story still seems a little disjointed to me. I think the tips will come together later in the narrative. The plot tells the problems of a widow (whose husband was murdered) in living with a stalker who pursues her to have the late writer’s unpublished texts.

For now it is not known what is real or what is dream, hallucination, nightmare or imagination of the characters.

What can be said is that the images that follow each other on the screen are almost excruciatingly beautiful. They are real moving paintings.

The Chilean Pablo Larrain, director of the series, had already shown a lot of talent in NO and NERUDA. His visual sense is very keen.

I’ll keep seeing. I want to know how Lisey will be. For the time being she is embroiled in many problems.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.