OS FANTASMAS DE ISMAEL: Drama Francês Sobre uma Volta Inesperada

OS FANTASMAS DE ISMAEL é um drama francês, dirigido pelo cineasta Arnaud Desplechin em 2017, disponível no NOW.

O ótimo Mathieu Amalric vive o cineasta Ismaël Vuillard um torturado escritor e diretor de cinema cujas obras são verdadeiros mosaicos complexos sobre seres humanos problemáticos. O início do filme mostra o novo roteiro de Ismael, um drama político enredado e difícil de se acompanhar.

Quando a narrativa deixa o filme em produção e foca a vida de seu autor, ficamos sabendo que o grande trauma da vida de Ismael é o desaparecimento inexplicável do amor de sua vida, Carlota Bloom (Marion Cotillard sempre incrível) que simplesmente foi embora, sem qualquer explicação, 21 anos atrás.

Hoje Ismael tem uma relação amorosa mais ou menos estável com Sylvia (Charlotte Gainsbourg) com quem vive em uma casa a beira mar, em Vendée na França. Certo dia, sem qualquer motivo, Carlota reaparece e causa o desequilíbrio na vida de todos.

Paralelamente, o thriller político sobre o personagem Ivan Dedalus (Louis Garrell) segue se desenvolvendo na cabeça e no computador do torturado Ismael.

O filme dentro do filme proporciona ao diretor Desplechin (de KINGS AND QUEEN) material para uma reflexão existencial dura, difícil e doída sobre o amor e a solidão.

Claro que o filme fica longe das profundas filosofias bergmanianas, de quem o diretor claramente é rasgado admirador. Mas tem muitos ótimos momentos e o charme de seu trio central de ótimos atores.

ISMAEL’S GHOSTS (LES FANTÔMES D’ISMAËL) is a French drama, directed by filmmaker Arnaud Desplechin in 2017, available on NOW.

The great Mathieu Amalric lives the filmmaker Ismaël Vuillard, a tortured writer and film director whose works are veritable complex mosaics about troubled human beings. The beginning of the film shows Ishmael’s new script, a tangled political drama that is difficult to follow.

When the narrative leaves the film in production and focuses on the life of its author, we learn that the great trauma of Ishmael’s life is the inexplicable disappearance of the love of his life, Carlota Bloom (Marion Cotillard always amazing) who simply was although, without any explanation, 21 years ago.

Today Ismael has a more or less stable love relationship with Sylvia (Charlotte Gainsbourg) with whom he lives in a house by the sea, in Vendée, France. One day, for no reason, Carlota reappears and causes imbalance in everyone’s lives.

At the same time, the political thriller about the character Ivan Dedalus (Louis Garrell) continues to develop in the tortured Ismael’s head and computer.

The film within the film provides director Desplechin (of KINGS AND QUEEN) with material for a hard, difficult, and painful existential reflection on love and loneliness.

Of course the film falls far short of the deep Bergmanian philosophies, of which the director is clearly a torn admirer. But it has a lot of great moments and the charm of its central trio of great actors.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.