INOCENTE: Outra História Excelente da Série Inglesa

Meses atrás comentei aqui a primeira temporada da série inglesa INOCENTE. Era a história de um homem que é libertado depois de anos de prisão, quando a condenação por matar sua esposa é revertida em um tribunal superior. Era um enredo complexo, muito bem escrito e cheio de reviravoltas.

Ontem vi a segunda temporada. Um professora é presa acusada de matar um aluno jovem e problemático com quem supostamente teria uma relação imprópria. Fica cinco anos do presídio, quando a apelação de sua defesa é provida e ela é solta, julgada inocente.

A professora Sally Whright (Katherine Kelly) volta a sua cidade onde encontra o ex-marido casado com outra mulher, as escolas da região pouco dispostas a empregá-la e mesmo as amigas com muitas reservas em retomar o relacionamento com ela.

Para complicar as coisas, Sally sai disposta não somente a limpar seu nome, como a ajudar a Polícia a encontrar o verdadeiro culpado, ajudando o novo responsável, o atormentado D.C.I. Mike Braithwaite (o ótimo Shuan Doley) em suas complicadas investigações.

Qual o peso da absolvição? Quem realmente considera a pessoa inocente até que a Justiça a declara culpada?

INNOCENT é uma série muito bem feita. A gente vê os 4 capítulos como se fosse um filme só. A fluidez da narrativa (baseada em uma ótima trama) é impressionante. Com direito a um twist final bastante surpreendente mesmo para quem está acostumado a ver os filmes e séries do gênero. Muito recomendada para os fãs. Está em cartaz na Apple TV+.

Months ago I commented here on the first season of the English series INNOCENT. It was the story of a man who is released after years of imprisonment, when the conviction for killing his wife is reversed in a higher court. It was a complex plot, very well written and full of twists.

Yesterday I saw season two. A female teacher is arrested accused of killing a troubled young student with whom she is supposed to have an inappropriate relationship. She spends five years in prison, when her defense appeal is granted and she is released, found not guilty.

Professor Sally Whright (Katherine Kelly) returns to her hometown where she finds her ex-husband married to another woman, local schools unwilling to employ her and even friends with many reservations about resuming their relationship with her.

To complicate things, Sally leaves not only willing to clear her name, but also to help the Police find the real culprit, helping the new responsible, the tormented D.C.I. Mike Braithwaite (the great Shuan Doley) in his complicated investigations.

What is the weight of the absolution? Who really considers the person innocent until the court finds them guilty?

INNOCENT is a very good series. We see the 4 chapters as if it were a single movie. The fluidity of the narrative (based on a great plot) is impressive. With a very surprising final twist even for those who are used to watching movies and series of the genre. Highly recommended for fans. It’s showing on Apple TV+.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.