O INDOMADO: Paul Newman Brilha em Filme Clássico de Martin Ritt

Dia destes, me deparei na Amazon com o clássico dirigido por Martin Ritt, HUD (O INDOMADO), um dos maiores sucessos da carreira do ator Paul Newman.

No auge de sua juventude, Paul Newman vive o cowboy Hud Bannon, um jovem que vive e trabalha na fazenda do pai, mas segue traumatizado por ter provocado a morte de um irmão em um acidente de carro. Bebedeiras constantes e permanente questionamento às regras estabelecidas fazem o dia a dia de HUD, para desespero de seu pai Homer Bannon (Melvyn Douglas, incrível Oscar de Melhor Ator Coadjuvante).

O elenco tem ainda uma maravilhosa Alma Brown (Patricia Neal, Oscar de Melhor Atriz), como uma espécie de governante do rancho, assediada constantemente pelos homens do local, em especial Hud. Bradon de Wilde (o menino de OS BRUTOS TAMBÉM AMAM). Whit Bissel e John Ashley completam o time.

A fotografia em preto e branco é das melhores da história do cinema. A cena em que o rebanho de gado de Homer tem que ser sacrificado é de uma tristeza e melancolia únicos. Nada menos que antológica.

HUD é, por todos os seus elementos, um clássico. Sem dúvida ajudou o mito Paul Newman se tornar o galã que reinou por décadas em Hollywood. Aqui, no papel do anti-herói )o que sabia fazer como poucos) ele vai do admirável ao odioso de uma cena para a outra, mostrando seu talento e versatilidade.

O diretor Martin Ritt foi um cineasta de poucos filmes. Mas olhando sua carreira, vê-se títulos de enorme importância para o cinema americano. HUD, por certo, é um destes.

This day, I came across the Martin Ritt-directed classic HUD on Amazon, one of the biggest hits in the career of actor Paul Newman.

At the height of his youth, Paul Newman plays cowboy Hud Bannon, a young man who lives and works on his father’s farm, but remains traumatized by having caused the death of a brother in a car accident. Constant drinking and constant questioning of established rules make the day-to-day life of HUD, much to the dismay of his father Homer Bannon (Melvyn Douglas, incredible Oscar for Best Supporting Actor).

The cast also has a wonderful Alma Brown (Patricia Neal, Oscar for Best Actress) as a sort of ranch housekeeper, constantly harassed by local men, especially Hud. Brandon de Wilde (the boy from SHANE). Whit Bissel and John Ashley complete the team.

The black and white photography – also Oscar winner – is one of the best in the history of cinema. The scene where Homer’s herd of cattle must be sacrificed is one of unique sadness and melancholy. Nothing less than anthological.

HUD is, by all its elements, a classic. No doubt it helped the myth Paul Newman become the heartthrob who reigned for decades in Hollywood. Here, in the role of the anti-hero (which he knew how to do like few others) he goes from admirable to hateful from one scene to the next, showing his talent and versatility.

Director Martin Ritt was a filmmaker of a few films. But looking at his career, one sees titles of enormous importance for American cinema. HUD, by the way, is one of these.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.