VISÕES DE SHERLOCK HOLMES: Em Busca do Filme Perdido

Quem lê o CINEMARCO sabe como eu sou apaixonado pelo imortal personagem criado por Sir Arthur Conan Doyle, o Detetive mais famoso do mundo, Sherlock Holmes. Por essa paixão, seguidamente me vejo indo atrás dos filmes que têm como personagem Mr. Holmes.

Em 1976, lembro que vi no Cine Bristol, o filme VISÕES DE SHERLOCK HOLMES, (THE SEVEN PER CENT SOLUTION), dirigido pelo cineasta Herbert Ross. O interessante é que o filme se baseia em um livro do escritor Nicholas Meyer, um dos tantos apaixonados pela obra de Conan Doyle que fez uma história de Holmes super interessante.

Vendo o amigo se destruir pelo vício em cocaína, o Dr. Watson resolve levar Holmes a Viena para um tratamento com o Dr. Sigmund Freud. A questão é que Holmes não pode saber, sob pena de se negar a viajar para a Áustria.

Uma semana destas sai em busca de rever THE SEVEN PER CENT SOLUTION. Vasculhei todos os sistemas de streaming e não encontrei o filme. Quanto mais me frustrava, mas tinha vontade de rever o filme. A solução foi comprar um Bluray na Amazon. Está semana, o DVD chegou e pude, finalmente, 45 anos depois, rever o filme.

Não há como deixar de se encantar com o elenco incrível; Nicol Williamson (Holmes), Robert Duvall (Watson), Alan Arkin (Freud), Laurence Olivier (Moriarty), Samanta Eggar (Mrs. Watson), Vanessa Redgrave, Joel Grey (Oscar por Cabaret), Charles Gray e Jeremy Kemp. Um timaço.

Herbert Ross fez grandes filmes. Típico cineasta novaiorquino, com raízes na Broadway, se saia muito bem no drama (STEEL MAGNOLIAS) como na comédia (A GAROTA DO ADEUS).

THE SEVEN PER CENT SOLUTION é um drama. Tem traumas infantis, vício pesado em drogas, desintoxicações dificílimas, terapia baseada em hipnose, muita coisa pesada. Mas surpreendentemente, depois de mais de 40 anos descobri no filme uma veia de humor inusitada e competente.

Fiquei muito feliz de não ter desistido de encontrar o Bluray do filme e, finalmente, conseguir revê-lo. Me senti meio Indiana Jones caçando o filme perdido.

Anyone who reads CINEMARCO knows how much I’m in love with the immortal character created by Sir Arthur Conan Doyle, the most famous detective in the world, Sherlock Holmes. Because of this passion, I often find myself going after the films that have the character of Mr. Holmes.

In 1976, I remember seeing at Cine Bristol, the film THE SEVEN PER CENT SOLUTION, directed by filmmaker Herbert Ross. Interestingly, the film is based on a book by writer Nicholas Meyer, one of the many passionate about Conan Doyle’s work that he made a very interesting Holmes story.

Seeing his friend destroyed by cocaine addiction, Dr. Watson decides to take Holmes to Vienna for treatment with Dr. Sigmund Freud. The point is that Holmes cannot know, otherwise he will refuse to travel to Austria.

One of these weeks is out looking to review THE SEVEN PER CENT SOLUTION. I searched all the streaming systems and couldn’t find the movie. The more frustrated I was, the more I wanted to see the movie again. The solution was to buy a Bluray on Amazon. This week, the DVD arrived and I was finally able, 45 years later, to see the movie again.

You can’t help but be enchanted by the amazing cast; Nicol Williamson (Holmes), Robert Duvall (Watson), Alan Arkin (Freud), Laurence Olivier (Moriarty), Samanta Eggar (Mrs. Watson), Vanessa Redgrave, Joel Gray (Oscar for Cabaret), Charles Gray and Jeremy Kemp. A great one.

Herbert Ross made great movies. Typical New York filmmaker, with Broadway roots, does very well in drama (STEEL MAGNOLIAS) as well as comedy (THE GOODBYE GIRL).

THE SEVEN PER CENT SOLUTION is a drama. There are childhood traumas, heavy drug addiction, very difficult detox, hypnosis-based therapy, a lot of heavy stuff. But surprisingly, after more than 40 years I discovered in the film an unusual and competent vein of humor.

I was very happy that I didn’t give up on finding the Bluray for the movie and finally getting to see it again. I felt like Indiana Jones chasing the lost movie.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.