CRIME: BRITBOX Faz Série Original Baseada em Livro do Autor de Trainspotting

O autor escocês Irvine Welsh colocou seu nome nas prateleiras superiores do entretenimento com seu livro TRAINSPOTTING, levado ao cinema com enorme sucesso por Danny Boyle. Tanto que gerou uma sequência igualmente exitosa.

O Canal BRITBOX lançou nesta semana um série original baseada em uma nova história criada e escrita por Irvine Welsh: CRIME.

A trama mostra um policial cheio de fantasmas do passado que é chamado para investigar o sequestro de uma menina adolescente, no que parece ser o reaparecimento de um serial killer impune por crimes anteriores.

O protagonista é o ótimo ator Dougray Scott (MI2), vivendo o atormentado detetive Ray Lennox. A seu lado, a também escocesa Joanna Vanderhan, como a Detetive Amanda Drummond, uma novata cheia de ideias próprias sobre o crime que investigam.

É fácil detectar na série elementos do estilo Welsh de criar personagens e situações. Há elementos visuais surpreendentes e os personagens seguidamente “viajam” em seus passados, em cenas que quebram a narrativa central.

CRIME iniciou muito bem. Vamos ver onde viu chegar.

Scottish author Irvine Welsh has put his name on the top shelves of entertainment with his book TRAINSPOTTING, brought to the big screen by Danny Boyle. So much so that it spawned an equally successful sequel.

The BRITBOX Channel this week launched an original series based on a new story created and written by Irvine Welsh: CRIME.

The plot follows a police officer full of ghosts from the past who is called in to investigate the kidnapping of a teenage girl, in what appears to be the reappearance of a serial killer unpunished for previous crimes.

The protagonist is the great actor Dougray Scott (MI2), playing the tormented detective Ray Lennox. At her side, the also Scottish Joanna Vanderhan, as Detective Amanda Drummond, a newbie full of her own ideas about the crime they investigate.

It is easy to detect elements of the Welsh style of creating characters and situations in the series. There are surprising visual elements and the characters often “travel” into their pasts, in scenes that break the central narrative.

CRIME began very well. Let’s see where it will arrive.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.