A GAROTA DE OSLO: Série da NETFLIX Falha ao Mergulhar em Trama Política

Está em cartaz na NETFLIX, a série A GAROTA DE OSLO.

A trama narra o sequestro, com fins políticos, da filha de uma diplomata norueguesa por terroristas enquanto ela está de férias em Israel.

Para iniciar, achei a série longa demais. Dez capítulos de uma hora foi muito para a história. Faltou edição.

O que tinha sido notável, por exemplo em FAUDA, aqui fica meio apressado e, por vezes, até primário.

Com todo este tempo de filme, há relações, posições políticas e sub tramas meio superficiais.

Para piorar, achei desnecessário o drama familiar que os autores resolveram inserir na trama política. Para mim, soou desnecessário.

A GAROTA DE OSLO não acertou o alvo.

The GIRL FROM OSLO series is on NETFLIX.

The plot narrates the kidnapping, for political purposes, of the daughter of a Norwegian diplomat by terrorists while she is on vacation in Israel.

To begin with, I thought the series was too long. Ten chapters of an hour was a lot for the story. Editing was missing.

What had been remarkable, for example in FAUDA, here gets a little rushed and sometimes even primary.

With all this movie time, there are relationships, political positions and subplots that are kind of superficial.

To make matters worse, I found the family drama that the authors decided to insert into the political plot unnecessary. To me, it sounded unnecessary.

The GIRL FROM OSLO missed the mark.<

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.