O CRIME QUE O MUNDO ESQUECEU: Thriller Caprichado Feito Por Diretor Competente

O cineasta tcheco Karel Reisz fez apenas 16 filmes antes de morrer, aos 76 anos, em 2002. Mas entre estes poucos trabalhos atrás das câmeras, Reisz legou filmes ótimos como A MULHER DO TENENTE FRANCÊS belíssimo filme com Meryl Streep e Jeremy Irons), O JOGADOR (um filmaço com James Caan) e SWEET DREAMS (com a Oscarizada Jessica Lange).

Por isso que quando vi o filme O CRIME QUE O MUNDO ESQUECEU (EVERYBODY WINS), no app TUBI TV, não tive dúvidas em ver mais este trabalho de Reisz. Data de 1990.

O filme conta a história de um Detetive Particular (Nick Nolte) que é procurado por uma mulher tão sedutora quanto atrapalhada (Debra Winger em trabalho inspirado) para investigar o crime que vitimou um médico local e que resultou na prisão e condenação de um jovem. Como a condenação foi obra de um Promotor (Frank Converse) com quem o P.I. Tom O’Toole tem séria diferenças, ele resolve pegar o caso.

Claro que as coisas vão se complicar com o envolvimento amoroso de Tom com a cliente Angela Crispini. O verdadeiro culpado, segundo Angela é o misto de dono de oficina de motos com líder religioso Jerry (Will Patton), que não hesita em recorrer à violência quando confrontado.

O elenco ainda tem o sempre ótimo Jack Warden (como o Juiz Murdoch), Judith Ivey (como a irmã de Tom) e Frank Military, como o homem errado no presídio.

Como é típico do cinema de Reisz, a ação pura cede lugar ao drama. O cineasta está muito mais interessado na mente dos envolvidos, suas motivações e problemas do que na trama policial propriamente dita. Mas ele se sai muito bem, criando uma história que jamais perde o interesse do espectador.

Nick Nolte e Debra Winger mostram uma química bem boa como o casal protagonista que se acerta e desacerta com muita frequência.

Foi realmente uma que Karl Reisz tenha feito tão poucos filmes. Ela sabia como fazer.

Czech filmmaker Karel Reisz made only 16 films before he died, aged 76, in 2002. But among these few works behind the camera, Reisz bequeathed great films such as THE FRENCH LIEUTENANT’S WOMAN, THE GAMBLER and SWEET DREAMS.

That’s why when I saw the movie EVERYBODY WINS, on the TUBI TV app, I had no doubts about seeing more of Reisz’s work.

The film tells the story of a Private Investigator (Nick Nolte) who is sought out by a woman as seductive as she is clumsy (Debra Winger in inspired work) to investigate the crime that killed a local doctor and resulted in the arrest and conviction of a youngster. As the conviction was the work of a D.A. (Frank Converse) with whom the P.I. Tom O’Toole has serious differences, he decides to take the case.

Of course, things will get complicated with Tom’s romantic involvement with client Angela Crispini. The real culprit, according to Angela, is a mix of motorcycle repair shop owner and religious leader Jerry (Will Patton), who doesn’t hesitate to resort to violence when confronted.

The cast also features the always great Jack Warden (as Judge Murdoch), Judith Ivey (as Tom’s sister) and Frank Military as the wrong man in prison.

As is typical of Reisz’s cinema, pure action gives way to drama. The filmmaker is much more interested in the minds of those involved, their motivations and problems than in the detective plot itself. But he does very well, creating a story that never loses the viewer’s interest.

Nick Nolte and Debra Winger show very good chemistry as the lead couple who hit and miss each other very often.

It was really one that Karl Reisz has made so few films. She knew how to do it.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.