PELÉ Eterno. Também no Cinema

Há centenas de histórias sobre Pelé.

Uma das que eu mais gosto era contada seguidamente pelo Jornalista Paulo Sant’Anna.

Em um jogo do Santos contra o Palmeiras no Pacaembú, o árbitro apita uma falta na meia lua a favor do Santos.

Enquanto Pelé se prepara para bater a falta, o goleiro do Palmeiras monta sua barreira. Para surpresa dele, um dos defensores fica na barreira de costas para a bola e de frente para o gol.

Aos berros, o goleiro pergunta por quê? Ele responde: “Achas que vou deixar de ver mais este golaço do Pelé?”

Vi Pelé jogar algumas vezes (inclusive no mítico jogo do aniversário do Rei, em 1968 no Estádio Olímpico, onde ele acabou com o jogo).

Também vi ele entregar a Copa Libertadores ao Inter em 2010.

E vi no cinema, em FUGA PARA A VITÓRIA e em vários documentários.

Já era eterno. Agora mais ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s