A Censura e as Bolinhas Pretas

A historia da censura no Brasil gerou muitos episódios que merecem ser contados para que a gente nunca mais volte a viver tempos como aqueles, em que a escolha das pessoas em ver ou não os filmes estava nas mãos de um serviço do Estado.

Das proibições totais a dezenas de filmes, ate os cortes nas cópias, muitos dos quais deixavam os filmes completamente sem sentido, chegamos ao episódio simbólico que foi o mais patético e ridículo de todos.

O ano era 1971, quando A CLOCKWORK ORANGE (LARANJA MECANICA), do gênio Stanley Kubrick foi lançada no mundo com grande impacto e repercussão de publico e critica. Malcolm McDowell era seu protagonista.

O filme se baseava no polemico livro de Anthony Burguess sobre um futuro onde o Estado reprimia a violência com um tratamento aos criminosos baseado em muita violência.

Foi imediatamente proibido no Brasil. Gerou legiões de pessoas indo ao Uruguai para ve-lo.

No Brasil, o filme somente foi liberado em 1978, mesmo assim, como bolinhas pretas tentando cobrir o sexo dos atores e atrizes nas cenas de nus frontais. Assim, nas cenas mais dramáticas do filme, as bolinhas ficavam pulando na tela, provocando risos involuntários da plateia.

Coisa triste para se enterrar bem fundo.

 

 

The history of censorship in Brazil generated many episodes that deserve to be counted so that we never again live times like these, where the choice of people to see or not the film was in the hands of a state service.

From the total bons of dozes of films to the cuts in copies, many of which left the movies completely meaningless, we reach the symbolic episode that was the most pathetic and ridículos of all.

The year was 1971, when A CLOCKWORK ORANGE, by the genius Stanley Kubrick was launched in the world with great impact and repercussão of public and critics. Malcolm McDowell was its protagonist.

The film was based on the controversial book by Anthony Burgess about a future where the state repressed violence with a treatment to offenders based on a lot of violence.

It was immediately banned in Brazil. Legions of people went to Uruguay to see it.

In Brazil, the film was only released in 1978, with black dots trying to cover the sex of the actors and actresses in the frontal nude scenes. Thus, in the most dramatic scenes of the film, the balls were bouncing on the screen, causing involuntary laughter from the audience.

Sad thing to be bury very deep.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.