Eu gosto muito do filme TRUQUE DE MESTRE (NOW YOU CAN SEE ME – 2013), de Louis Leterrier. O filme é leve, bem humorado, cheio de reviravoltas e jamais cai no erro de se levar muito a sério.

TRUQUE DE MESTRE 2 (2016 – NOW YOU SEE ME 2), de John M. Chu faz exatamente o contrario. Inicia com muito discurso, leva a historia do “Olho” a sério demais e tem um tom pomposo que, em minha opinião foi uma escolha tragicamente equivocada.

Em realidade, acho este segundo capitulo, em tudo pior que o primeiro.

Os truques já não são novidades. A gente advinha com facilidade a maior parte dos “twists” do roteiro.

A ideia do irmão gêmeo do personagem de Woody Harrelson foi péssima. Ficou caricata demais.

A substituição de Isla Fischer por Lizzy Kaplan, como a Horsewoman também não funcionou bem. E a perda da charmosa francesa Melanie Laurent foi uma ferida mortal.

Em resumo, o filme faz muito barulho por nada.

Acho que este opus 2 foi um passo atrás para os Horsemen.

Tomara que se recuperem.

 

I really like the film NOW YOU CAN SEE ME – 2013) by Louis Leterrier. The film is light, humorous, full of twists and never falls into the error of taking itself too seriously.

NOW YOU SEE ME 2,by John M. Chu does exactly the opposite.

Starts with much speech, takes the story of the “eye” too seriously and has a pompous tone that, in my opinion was a mistaken choice.

In fact, I think this second chapter, it is at all, worse than the first.

The tricks are no longer news. We guess easily the “twists” of the script.

The idea of the twin brother of Woody Harrelson’s character was very bad. It was too ridiculous.

The replacement of Isla Fischer by Lizzy Kaplan, as Horsewoman did not work well. And the loss of the French charming Melanie Laurent was a mortal wound.

In short, the film is much ado about nothing.

I think this opus 2 was a step back for the Horsemen.

I hope them to recover.