Em 1963, Stanley Donen dirigiu um filme que misturava policial, romance, comédia e thriller. Seu nome era CHARADA.

A dupla central de protagonistas não podia ser melhor: Audrey Hepburn, como Regina Lampert, uma americana que mora em Paris e se vê supreendida pela assassinato de seu ex-marido Charles Lampert e Cary Grant, como Peter Joshua, um… (melhor ver o filme para descobrir o que ele faz).

Ao redor deles, uma galeria de vilões espetacular, em busca de uma fortuna que o falecido deixou para sua viúva. Walter Matthau, James Coburn e George Kennedy se destacam.

Paris linda como nunca. A trilha sonora de Henry Mancini era simplesmente deliciosa.

E os diálogos do roteiro de Peter Stone, magnificamente bem escritos.

CHARADA ficou um clássico dos filmes românticos.

Reggie Lampert: Há uma Sra. Cruikshank ...?
Adam Canfield: Sim.
Reggie Lampert: Mas você é divorciado.
Adam Canfield: Não ...
Reggie Lampert: [O rosto de Regina cai] Oh.
Adam Canfield: [Brian / Adam tira de sua carteira para mostrar a fotodela] Minha mãe, ela mora em Detroit, você gostaria dela, 
ela gostaria de você também.

 

In 1963, Stanley Donen directed a film that mixed police, romance, 
comedy and thriller. Its name was CHARADE.

Audrey Hepburn, like Regina Lampert, an American who lives in Paris 
and finds herself overwhelmed by the murder of her ex-husband CharlesLampert and Cary Grant, as Peter Joshua, a ... See the movie to find out what he does).

Around them, a gallery of spectacular villains, in search of a 
fortune that the deceased left for his widow. Walter Matthau, James 
Coburn and George Kennedy stand out.

Paris as beautiful as ever. The soundtrack of Henry Mancini was 
simply delicious.

And the script dialogues of Peter Stone, magnificently well written.

CHARADA was a classic of romantic movies.

Reggie Lampert: Is there a Mrs. Cruikshank…?

Adam Canfield: Yes.

Reggie Lampert: But you’re divorced.

Adam Canfield: No…

Reggie Lampert: [Regina’s face falls] Oh.

Adam Canfield: [Brian/Adam gets out his wallet to show her the picture] My mother, she lives in Detroit, you’d like her, she’d like you too.