TRAMA FANTASMA, de Paul Thomas Anderson(BOOGIE NIGHTS e EMBRIAGADO DE AMOR) é um filme difícil de se assistir, tamanha a dramaticidade da história de seu protagonista, um estilista de moda cheio de obssessoes e traumas.

O maior ponto positivo do filme é o extraordinário trabalho do ator Daniel Day-Lewis, um londrino de 61 anos que não faz muitos filmes, mas que a cada trabalho parece mais denso e mais perfeito em suas interpretações.

Este seu Reynolds Woodcock, um temperamental gênio da moda vai para a galeria de tipos obstinados e atormentados do cinema.

Seu perfeccionismo, talento e capacidade de trabalho somente são igualados pelos pesadelos que habitam sua vida a cada momento, em face de tudo o que carrega de emoções e marcas do passado.

Perfeitas, ao lado de Day-Lewis, estão Vicky Krieps, vivendo a personagem Alma e a extraordinária Lesley Manville, como a fiel e igualmente obcecada Cyrill.

A beleza estética das roupas e vestidos concebidos por Woodcock estão refletidas em cenas extasiantes fotografadas com maestria pelo próprio cineasta Paul Thomas Anderson.

TRAMA FANTASMA é um filme para poucos. Quem sobreviver ao drama, sem dúvida, achará que valeu muito a pena ver o filme.

 

Paul Thomas Anderson’s PHANTOM THREAD is a hard-to-watch movie, so dramatic is the story of its protagonist, a fashion stylist full of obsessions and traumas.

The biggest plus of the film is the extraordinary work of Daniel Day-Lewis, a 61-year-old Londoner who does not make many films, but whose work seems thicker and more perfect in each of his performances.

This Reynolds Woodcock, a moody genius of fashion goes to the gallery of diehard and tormented movie types.

His perfectionism, talent and ability to work are only matched by the nightmares that inhabit his life at every moment, in the face of everything that he carries from the emotions and marks of the past.

Perfect, alongside Day-Lewis, are Vicky Krieps, living the character Alma and the extraordinary Lesley Manville, as the faithful and equally obsessed Cyrill.

The aesthetic beauty of the clothes and dresses designed by Woodcock are reflected in exhilarating scenes masterfully photographed by filmmaker Paul Thomas Anderson himself.

PHANTOM THREAD is a movie for the few. Anyone who survives the drama will undoubtedly find it worth watching the movie.