VENOM, de Ruben Fleischer, o jovem diretor do ótimo CAÇA AOS GÂNGSTERS (GANGSTER SQUAD) traz a história de um dos mais famosos anti-heróis dos gibis da MARVEL. Venom já tinha aparecdio em um dos filmes do Homem-Aranha, sem o esmero desta sua estreia como protagonista.

Como em todo primeiro filme de uma franquia de super-herói, perde-se um tempo imenso contando a origem do sujeito, o que rende cenas repetitivas e chatas.

O melhor deste VENOM é seu elenco. Tom Hardy é um dos melhores atores de sua geração e consegue imprimir um tom divertido ao jornalista investigativo cuja vida cai em desgraça e é possuído por um simbionte alienígena.

O próprio personagem debocha da história, criando os melhores momentos do filme, quando ele entra em discussão com seu, porque não dizer, “alter-ego”.

Michelle Phillips também é ótima atriz e, embora apareça relativamente pouco no filme, sempre dá uma luz nas cenas em que participa. Riz Ahmed (do ótimo THE NIGHT OF da HBO e de ROGUE ONE) defende seu vilão com dignidade, embora seja melhor do que neste filme.

Até a participação do eterno Stan Lee é excelente e divertida.

O maior problema do filme – como quase todos de super-heróis – é ter que ter muitas cenas de brigas, explosões e destruição maciça dos lugares, como forma de demonstrar e valorizar os efeitos especiais. a longa batalha entre os dois gigantescos monstros gosmentos é quase de deixar o filme.

Não sei se VENOM vai ter continuação. se tiver, poderia deixar os personagens de Tom Hardy e Michelle Phillips mais tempo em cena e guardar VENOM para momentos mais específicos. Duvido que o façam, mas seria uma ótima receita para fazer um filme melhor.

VENOM , byRuben Fleischer , the young director of the great GANGSTER SQUAD brings the story of one of the most famous anti-heroes of MARVEL comics . Venom had already appeared in one of the Spider-Man films, without the dedication of his debut as a protagonist.

As in every first movie in a superhero franchise, you lose an immense amount of time telling the subject’s origin, which gives repetitive and boring scenes.

The best of this VENOM is its cast. Tom Hardy is one of the best actors of his generation and manages to give a funny tone to the investigative journalist whose life falls into disgrace and is possessed by an alien symbiote.

The character himself makes fun with the story, creating the best moments of the film, when he comes into discussion with his, why not say, “alter-ego.”

Michelle Phillips is also a great actress, and although she appears relatively little in the film, she always sheds light on the scenes in which she participates. Riz Ahmed (from the great HBO series THE NIGHT OF and ROGUE ONE ) defends his villain with dignity, although he is better than in this movie.

Even the participation of the eternal Stan Lee is excellent and fun.


The biggest problem of the film – like almost all of superheroes movies – is the obligation to have many scenes of fights, explosions and massive destruction of the places, as a way to demonstrate and to appreciate the special effects. The long battle between the two gigantic monsters is almost a motive to stop seeing the movie.

I do not know if VENOM will continue. If there is a sequel, they could leave the characters of Tom Hardy and Michelle Phillips more time on the scene and save VENOM for more specific moments. I doubt they will, but it would be a great recipe to make a better movie.