TRANSTORNO: Francesa Faz O GUARDA-COSTAS Dark com Diane Kruger

A cineasta francesa Alice Winocur (do cult movie AUGUSTINE) fez um filme que por tudo lembra O GUARDA-COSTAS, de Mick Jackson (com Kevin Costner e uma luminosa Whitney Houston). Só que o filme é escuro, depressivo e bem mais pesado que o mega sucesso hollywoodiano. O filme se chama apropriadamente TRANSTORNO (Maryland).

A história traz o encontro entre um militar com PTSD pós Guerra do Golfo que é contratado por um serviço de guarda-costas para atender a família de um negociador de armas milionário que é preso e deixa a mulher e o filho abandonados à própria sorte na mansão nos arredores de Paris.

A protagonista é a atriz alemã Diane Kruger, um dos nomes mais quentes do atual cinema europeu, alternando blockbusters (BASTARDOS INGLÓRIOS e A LENDA DO TESOURO PERDIDO) com filmes autorais como EM PEDAÇOS. Ela faz mais um trabalho empenhado usando sua beleza e fragilidade como elemntos dramáticos fortes.

O ator principal é o belga Matthias Schoenaerts, visto em OPERAÇÃO RED SPARROW ao lado de Jennifer Lawrence e A GAROTA DINAMARQUESA, com Eddie Redmayne e Alicia Wikander. Seu guarda-costas traumatizado pela guerra e totalmente paranóico é um trabalho difícil e cheio de nuances interpretativas de alto nível.

A relação destes dois personagens em uma situação de extremo perigo proporciona momentos tensos, gritarias, carinhos e muito suspense. Como todo filme que se propõe a ser autoral, TRANSTORNO não faz concessões e nem tem cenas óbvias. Tudo é muito escuro e sofrido. Mas prende a atenção do espectador o tempo todo.

Paralelamente, o filme enfoca o mundo dos grandes negócios ilegais envolvendo milionários e políticos de vários governos. Os números e riqueza extraordinários estão na mesma relação da rapidez com que alguém é sacrificado e cai em desgraça.

TRANSTORNO está disponível no serviço de streaming do Itunes e no Amazon prime Video. Vale a pena ver.

French filmmaker Alice Winocur (from the cult movie AUGUSTINE) made a movie that all remembers Mick Jackson‘s BODYGUARD (with Kevin Costner and a luminous Whitney Houston). But the film is dark, depressing and much heavier than Hollywood’s mega hit. The film is called MARYLAND.

The story features the encounter between a military man with PTSD after the Gulf War who is hired by a bodyguard service to attend the family of a millionaire arms dealer who is arrested and leaves his wife and son abandoned to their own luck in the mansion on the outskirts of Paris.

The protagonist is the German actress Diane Kruger, one of the hottest names in current European cinema, alternating blockbusters (INGLORIOUS BASTARDS and NATIONAL TREASURE) with deep films like IN THE FADE. She does a hard work using her beauty and fragility as strong dramatic issues.

The main actor is Belgian Matthias Schoenaerts, seen in RED SPARROW alongside Jennifer Lawrence and THE DANISH GIRL, with Eddie Redmayne and Alicia Wikander. His war-traumatized and totally paranoid bodyguard is hard work and full of high-level interpretive nuances.

The relationship of these two characters in a situation of extreme danger provides tense moments, shouts, caresses and much suspense. Like any film that purports to be authorial, MARYLAND makes no concessions and has no obvious scenes. Everything is very dark and suffered. But it holds the attention of the viewer all the time.

In parallel, the film focuses on the world of big illegal deals involving millionaires and politicians from various governments. The extraordinary numbers and wealth are in the same relation to the speed with which someone is sacrificed and falls into disgrace.

MARYLAND is available on the Itunes streaming service and Amazon prime Video. It worth seeing.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s