CHEF (2014), de John Favreau é um filme que vale a pena rever, por vários motivos. Conta a história de um chef de cozinha cujo talento e criatividade volta e meia entram em conflito com as imposições do mercado de comida, os compromissos de pai de um adolescente, relacionamentos amorosos e amizades pessoais e/ou profissionais.

O próprio John Favreau vive o Chef Carl Casper, que inicia como todo poderosos do restaurante de propriedade de Riva (Dustin Hoffman) e termina dono de um Food Truck chamado CHEF que serve maravilhas gastronômicas em Miami.

O elenco é justamente um dos grandes motivos para revisitar CHEF. Além de Favreau e Hoffman, temos Scarlett Johansson (morena e desinibida), Sofia Vergara, Robert Downey Jr., Bobby Cannavale, Oliver Platt e John Leguizamo. Olha que time.

Uma das curiosidades é que duas grandes novidades do ano de 2014 – importantes no filme – hoja estão completamente integradas na vida em geral, sem qualquer ar de inovação. O Tweeter (muito bem usado no filme) e o Food Truck.

Também são absolutamente encantadores os pratos de alta gastronomia ou meramente frugais que Favreau mostra em detalhes de preparação hipnóticos e de dar água na boca. Mas neste sentido, nenhuma cena é mais brilhante do que aquela em que ele prepara um espaguete para a namorada exatamente como as preliminares de uma transa apaixonada.

Favreau segue sua carreira exitosa como ator, produtor e diretor. Seu envolvimento nos filmes da franquia HOMEM DE FERRO lhe garantiu uma posição de destaque na MARVEL/DISNEY, onde ele também aparece como o divertido Happy, em HOMEM-ARANHA e VINGADORES. Também tem sua direção vários episódios de uma série chamada THE CHEF SHOW (disponível na NETFLIX), onde ele e o Chef Roy Choy exploram a gastronomia e vários convidados.

Pode-se ver ou rever CHEF várias vezes. É um filme delicioso, como um belo prato da alta gastronomia.

CHEF (2014) by John Favreau is a film worth reviewing for a number of reasons. It tells the story of a chef whose talent and creativity comes back in conflict with the food market impositions, the commitments of a teenager’s father, love and personal relationships and/or professional friendships.

John Favreau himself lives Chef Carl Casper, who starts as all powerful from the restaurant owned by Riva (Dustin Hoffman) and ends up owning a Food Truck called CHEF that serves gastronomic wonders in Miami.

The cast is just one of the great reasons to revisit CHEF. In addition to Favreau and Hoffman, we have Scarlett Johansson (brunette and uninhibited), Sofia Vergara, Robert Downey Jr., Bobby Cannavale, Oliver Platt and John Leguizamo. Look at that team.

One of the curiosities is that two great novelties of the year 2014 – important in the film – today are completely integrated in life in general, without any air of innovation. The Tweeter (very well used in the film) and the Food Truck.

The gastronomic or merely frugal dishes that Favreau shows in details of hypnotic and mouth-watering preparations are also absolutely charming. But in this sense, no scene is brighter than the one in which he prepares a spaghetti for his girlfriend just like the preliminaries of a passionate love scene.

Favreau follows his successful career as an actor, producer and director. His involvement in the films of the Iron Man franchise has secured him a prominent position in MARVEL / DISNEY, where he also appears as the fun carachter Happy, in Spiderman and Avengers. He also directs several episodes of a series called THE CHEF SHOW (available on NETFLIX), where he and Chef Roy Choy explore the gastronomy with various guests.

We can see or revise CHEF several times. It is a delicious film, like a fine dish of high gastronomy