TRAILERS: Uma atração antes do filme e uma arte pouco valorizada

Certa vez, quando eu era Presidente do Clube de Cinema de Porto Alegre, o Gerente local da Columbia, Roberto Plotecia me ofereceu exibir antes de uma das sessões do Clube de Cinema um rolo de trailers das próximas atrações cinematográficas da Columbia. Eram mais de 20 trailers dos filmes que viriam pela frente. Enquanto eu vibrava a cada novo trailer exibido, fui notando um sentimento de desagrado em boa parte dos espectadores achando a quantidade exagerada.

Aqui no Brasil, raramente um cinema exibe mais do que três ou quatro trailers antes do filme. Nos Estados Unidos – como os horários de sessões são mais espaçados devido ao maior número de salas – é comum se ver dez ou doze trailers antes do filme.

Os trailers até estão na moda, sendo anunciadas com antecedência (e estardalhaço de mídia) a primeira veiculação de um trailer de um filme muito aguardado tipo STAR WARS ou VINGADORES.

Fazer um bom trailer é uma arte. Deve-se mostrar o suficiente para despertar no espectador o forte desejo de ver o filme que vai entrar em cartaz daqui algum tempo, mas não se pode mostrar qualquer cena essencial da trama que conduza a um spoiler.

Com sempre gostei muito de ver trailers, lembro de alguns maravilhosos que marcaram época, como o de TUBARÃO (filme lançado no Brasil seis meses depois dos EUA), o de STAR WARS e o de CAÇADORES DA ARCA PERDIDA.

Hoje, olhando trailers clássicos de décadas passadas se vê com clareza como a linguagem do marketing cinematográfico evoluiu e como a ideia de fazer propaganda de um filme mudou completamente nestes muitos anos de cinema.

O canal de TV E! Entertainment chegou a ter, por anos a fio, um programa chamado COMING ATTRACTIONS, com trailers dos próximos sucessos das telas. O YOUTUBE tem vários canais dedicados a trailers. Hoje existe até um app chamado TRAILERS, contendo apenas os previews dos futuros filmes. Mas existem também os trailers fake, maliciosa ou inocentemente feitos por fãs de cinema pelo mundo.

Once, when I was President of the Porto Alegre Film Club, local Columbia Manager Roberto Plotecia offered to show me before one of the Film Club sessions a roll of trailers for Columbia’s upcoming movie attractions. There were more than 20 movie trailers to come. As I vibrated with each new trailer, I noticed a feeling of displeasure in most viewers finding the amount exaggerated.

Here in Brazil, rarely does a movie theater show more than three or four trailers before the movie. In the United States – as session times are more widely spaced due to the larger number of screens – it’s common to see ten or twelve trailers before the movie.

Trailers are nowadays in vogue, announcing in advance (and with media hype) the first release of a long-awaited STAR WARS or Avengers movie trailer.

Making a good trailer is an art. It should be shown enough to arouse in the viewer the strong desire to see the movie that will go on in a while, but no inclusion of any essential scene of the plot leading to a spoiler.

I’ve always been very fond of watching trailers; I remember some of the marvelous previews, like JAWS (movie released in Brazil six months after the US), STAR WARS, and RAIDERS OF THE LOST ARK.

Today, looking at classic trailers from decades past, you can clearly see how the language of film marketing has evolved and how the idea of ​​advertising a movie has changed completely in these many years of cinema.

The TV channel E! Entertainment used to have, for years, a program called COMING ATTRACTIONS, with trailers of upcoming screen hits. YOUTUBE has several channels dedicated to trailers. Today there is even an app called TRAILERS, containing only previews of future movies. But there are also fake trailers, maliciously or innocently made by movie fans around the world.

2 Replies to “TRAILERS: Uma atração antes do filme e uma arte pouco valorizada”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s