BULLITT: Filme Policial Cult Tem Steve McQueen Cool, Jacqueline Bisset Linda e a Melhor Perseguição de Carros da História do Cinema

Em 1968, o cineasta Peter Yates fez aquele que até hoje é um filme policial icônico e inesquecível. BULLITT conta a história do Sargento da Polícia de São Francisco Frank Bullitt (Steve McQueen magistral), encarregado de chefiar a força tarefa que protege uma testemunha de um caso de corrupção nas altas rodas do governo e da máfia.

O trabalho dá muito errado e o cavaleiro solitário Bullitt não se conforme e vai atrás dos responsáveis. Só que esta história relativamente comum é narrada de modo brilhante e extremamente criativo pelo roteiro magnífico de de Alan Trustman, baseado no livro de Robert L. Fish. Uma galeria de personagens memoráveis, como a namorada de Bullitt, Kathy (Jacqueline Bisset no auge de sua beleza, perfeita ao acordar vestindo uma camisa social do namorado ou chocada com a descoberta de um cadáver à beira da estrada), o Senador arrogante Chalmers (Robert Vaughn em seu melhor papel desde O AGENTE DA UNCLE), o chefe de Bullitt Captain Benett (Simon Oakland) e muitos outros vividos por um time espetacular de atores, como Robert Duvall, Don Gordon, Norman Fell e Robert Lipton.

BULLITT ficou lendário pela perseguição de carros que mostra o Ford Mustang verde escuro dirigido pelo mocinho perseguindo (e sendo perseguido) pelo Dodge Charger preto dos bandidos. A cena toma sete minutos do filme. É antológica e inspirou dezenas de imitações.

Aliás, são inúmeras as cenas de BULLITT que inspiraram outras em filmes policiais posteriores. A cena final no aeroporto, o tiroteio no hotel onde está a testemunha e várias outras.

BULLITT é o filme em que tudo deu certo. Ver ou rever BULLITT depois de tantos anos somente confima sua categoria e permanência como um dos cult movies mais idolatrados da história do cinema.

In 1968, filmmaker Peter Yates made what is still an iconic and unforgettable thriller. BULLITT tells the story of San Francisco Police Sergeant Frank Bullitt (masterful Steve McQueen) in charge of leading the task force that protects a witness from a case of government and mafia corruption.

The work goes very wrong and the lone rider Bullitt does not agree and goes after those responsible. But this relatively ordinary story is narrated brilliantly and extremely creatively by Alan Trustman‘s magnificent script, based on the book by Robert L. Fish.

A gallery of memorable characters such as Bullitt’s girlfriend Kathy (Jacqueline Bisset at the height of her beauty, perfect on waking up wearing a boyfriend’s social shirt or shocked by the discovery of a roadside corpse), arrogant Senator Chalmers (Robert Vaughn in his best role since THE MAN FROM UNCLE), Bullitt Chief Captain Benett (Simon Oakland) and many others experienced by a spectacular team of actors such as Robert Duvall, Don Gordon, Norman Fell and Robert Lipton.

BULLITT is legendary for the car chase that shows the dark green Ford Mustang driven by the cop chasing (and being chased) by the bandit’s black Dodge Charger. The scene takes seven minutes of the movie. It is anthological and inspired dozens of imitations.

By the way, there are countless scenes from BULLITT that inspired others in later thriller films. The final scene at the airport, the shooting at the hotel where the witness is and several others.

BULLITT is the movie where everything went well. Watching or reviewing BULLITT after so many years only confirms its category and permanence as one of the most idolized cult movies in movie history.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s