LOUCURAS DE VERÃO: Onde Você Estava em ’62?”

Em 1973, um jovem cineasta de apenas 29 anos chamado George Lucas – vindo de um sucesso no gênero da ficção científica (o ótimo THX1138) – fez um filme semi auto-biográfico que se inscreveu entre os cult movies sobre jovens de todos os tempos. O filme se chamava LOUCURAS DE VERÃO (AMERICAN GRAFITTI) e contava a última noite de jovens adolescentes antes de irem para a Faculdade e se separarem para sempre.

O slogan do filme (que virou clássico) era “Onde você estava em 1962?”. O elenco tinha uma dúzia de jovens atores e atrizes que nas décadas seguintes se tornariam famosos: Harrison Ford, Richard Dreyfuss, Cindy Williams, Bo Hopkins, Charles Martin Smith, Ron Howard, Paul Le Mat, Candy Clark, Mackenzie Phillips, Kathleen Quinlan, Kay Lenz, Suzanne Sommers e Manuel Padilla Jr.

George Walton Lucas Jr. era um jovem californiano que sonhava em ser piloto de corridas e que depois de um acidente foi estudar cinema na Universidade Southern California. Ficou amigo de outro jovem estudante Francis Ford Coppola e juntos fundaram uma empresa chamada Zoetrope Studios.

Curiosamente, George Lucas dirigiu apenas 16 filmes em sua vida (um deles o lendário STAR WARS IV : UMA NOVA ESPERANÇA), se tornando um dos produtores mais prolíficos da história do cinema e um inovador permanente (com suas empresas Lucasfilm, THX e ILM).

LOUCURAS DE VERÃO foi indicada a cinco Oscars (inclusive Melhor Filme e Diretor) mas não ganhou nenhum. Ganhou dois Globos de Ouro (Melhor Filme Comédia ou Musical e Melhor Jovem Ator para Paul Le Mat). Ainda venceu o Urso de Bronze como Melhor Filme no Festival de Locarno.

O filme mostra, com um magnífico misto de comédia e drama, as andanças de um grupo de jovens pela noite, antes de suas vidas mudarem para sempre pela ida para a universidade. Poucos filmes captaram como tanta exatidão e emoção este paradoxal momento da vida americana, da despedida dos jovens de sua vida adolescente. O final com a narrativa em off sobre o que aconteceu com cada um dos personagens virou um clássico muitas vezes imitado.

Outra ideia eterna de LOUCURAS DE VERÃO é a busca incessante do personagem Curt pela garota loira que cruza por ele muitas vezes durante o filme ficando sempre inacessível. O desejo pelo impossível marcou o filme.

Outra inovação do filme na época foi ter uma trilha sonora exclusivamente composta de músicas pré-existentes (algo em que EASY RIDER tinha sido pioneiro). A trilha sonora vendeu três milhões de cópias, um número absurdo para aquele ano. Uma curiosidade da trilha sonora é que os produtores não chegaram a um acordo com a RCA, o que deixou Elvis Presley fora da trilha sonora do filme, algo completamente irreal para jovens dos anos 60 escutarem todos os cantores e bandas de rock exceto Elvis Presley.

LOUCURAS DE VERÃO se tornou um dos filmes de culto mais incensados do cinema, catapultando seu diretor para a fama. Visto hoje, 46 anos depois de seu lançamento, segue sendo um grande filme, mantendo sua pureza, ingenuidade e malícia, a obra de um precoce gênio do cinema.

In 1973, a young 29-year-old filmmaker named George Lucas – coming from a hit in the science fiction genre (the great THX1138) – made a semi-auto-biographical film that became part of the cult films about young people from everytime. The movie was called AMERICAN GRAFITTI, and it counted the last night of young teens before they went to college and parted forever.

The movie slogan (which turned classic) was “Where were you in ’62?”. The cast had a dozen young actors and actresses who would become famous in the following decades: Harrison Ford, Richard Dreyfuss, Cindy Williams, Bo Hopkins, Charles Martin Smith, Ron Howard, Paul Le Mat, Candy Clark, Mackenzie Phillips, Kathleen Quinlan, Kay Lenz, Suzanne Sommers and Manuel Padilla Jr.

George Walton Lucas Jr. was a young Californian who dreamed of being a racing driver and who after an accident went to study film at Southern California University. He became friend with another young student Francis Ford Coppola and together they founded a company called Zoetrope Studios.

Interestingly, George Lucas has directed only 16 films in his life (one of them the legendary STAR WARS IV: A NEW HOPE), becoming one of the most prolific producers in film history and a permanent movie innovator (with his Lucasfilm, THX and ILM).

AMERICAN GRAFITTI was nominated for five Oscars (including Best Picture and Director) but won none. Won two Golden Globes (Best Comedy or Musical Movie and Best Young Actor for Paul Le Mat). It still won the Bronze Bear for Best Film at the Locarno Festival.

The film shows, with a magnificent mix of comedy and drama, the wanderings of a group of young people in the night before their lives change forever on their way to college. Few films have captured this paradoxical moment of American life, the farewell of the young people of their teenage life, as so accurately and emotionally. The ending with the narrative on off about what happened to each of the characters became a often imitated classic.

Another everlasting idea of ​​AMERICAN GRAFITTI is Curt’s incessant search for the blonde girl who cruises through him many times during the movie and is always inaccessible. The desire for the impossible marked the movie.

Besides that, one innovation of the movie at the time was a soundtrack uniquely composed of pre-existing songs (something EASY RIDER had pioneered). The soundtrack sold three million copies, an absurd number for that year. A curiosity of the soundtrack is that the producers did not reach an agreement with RCA, which left Elvis Presley out of the movie’s soundtrack, something completely unrealistic for young people from the 60s to listen to all singers and rock bands except Elvis Presley.

AMERICAN GRAFITTI has become one of cinema’s most famous cult films, catapulting its director to fame. Seen today, 46 years after its release, it remains a great movie, maintaining its purity, ingenuity and malice, the work of an early film genius.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s