O VEREDITO: A Busca da Justiça como Forma de Redenção

São muitos os filmes com advogados e tribunais que marcaram época no cinema. Um dos que eu gosto mais é O VEREDITO, de Sidney Lumet, estrelado por Paul Newman, Charlotte Rampling, James Mason, Jack Warden, Milo O’Shea e Lindsey Crouse. O roteiro de David Mammet, baseado no livro de Barry Reed (escritor americano morto em 2002) narra, de modo primoroso o caso que representa a última chance de reabilitação para um advogado alcoólatra.

Trata-se de uma ação de indenização contra o Hospital St. Catherine de Boston, por erro médico na cirurgia de uma jovem. A Arquidiocese de Boston – que mantém o hospital – contrata um super escritório para enfrentar o processo.

Já a família da vítima busca, dentro de suas posses, o veterano (e afastado) Frank Gavin, um idealista advogado mergulhado em dívidas e alcoolismo.

Este quadro proporciona ao magnífico cineasta Sidney Lumet (cinco vezes indicado ao Oscar mas vencedor apenas de um honorário) o pano de fundo para uma história tensa, dramática, humana e cheia de idas e vindas tal como o julgamento que focaliza.

O tema da segunda chance, tão caro ao cinema se faz presente de forma excepcional, principalmente quando Frank resolve teimar com todos os envolvidos recusando uma generosa proposta de acordo pela pequena chance de vencer no julgamento.

O VEREDITO foi indicado a cinco Oscars e cinco Globos de Ouro e venceu o Prêmio Davi di Donatello Para Melhor Ator.

Pesado e sombrio, o filme de Lumet busca em sua história de redenção uma luz de esperança na humanidade e na Justiça. A gente pode achar que está longe do mundo real, mas que traz muita emoção pela excelência de sua realização, não há a menor dúvida. Lumet/Newman fizeram uma dupla notável.

There are many films with lawyers and courts that marked epoch in the cinema. One I like best is Sidney Lumet‘s The Verdict starring Paul Newman, Charlotte Rampling, James Mason, Jack Warden, Milo O’Shea and Lindsey Crouse. David Mammet‘s script, based on the book by Barry Reed (American writer dead in 2002), beautifully chronicles the case that represents the last chance for rehab for an alcoholic lawyer.

This is an indemnity lawsuit against St. Catherine’s Hospital in Boston for medical malpractice in a young woman’s surgery. The Boston Archdiocese – which maintains the hospital – hires a super law firm to handle the process.

The victim’s family hires veteran (and estranged) veteran Frank Gavin, an idealistic lawyer steeped in debt and alcoholism.

This painting provides the magnificent filmmaker Sidney Lumet (five Oscar nominees but honorary winner only) the backdrop to a tense, dramatic, humane, back-and-forth story such as the judgment she focuses on.

The subject of the second chance, so important to the cinema is exceptionally represented here, especially when Frank decides stubbornly to reject a generous proposal of agreement for the small chance of winning in the judgment.

The Verdict was nominated for five Oscars and five Golden Globes and won the Davi di Donatello Award for Best Actor.

Heavy and dark, Lumet’s film seeks in its story of redemption a light of hope in humanity and justice. We may think that is far from the real world, but that brings a lot of emotion for the excellence of its realization, there is no doubt. Lumet / Newman made a remarkable duo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s