O PINTASSILGO: Como um Filme com Este Elenco, Baseado em um Livro Ganhador do Prêmio Pulitzer Prometia Tanto e Rendeu Tão Pouco?

O livro O PINTASSILGO (THE GOLDFINCH), da escritora Donna Tartt ficou 30 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times e rendeu para a autora um Prêmio Pulitzer. O cineasta irlandês John Crowley (que mostrou grande talento em TRUE DETECTIVE 3 e BROOKLYN) se debruçou sobre esta jóia da literatura. Reuniu um elenco nada menos que estelar: Nicole Kidman, Sarah Paulson, Jeffrey Wright, Luke Wilson, Ansel Elgort, Willa Fitzgerald, Robert Joy, Hailey Wist, Dennis O’Hare, Aimee Laurence, Ashleigh Cummings, Finn Wolfhard, Aneurin Barnard e Oakes Fegley. Certamente seria um filmaço.

Ah, além do elenco, o filme tem ótima trilha sonora e uma inspirada fotografia do oscarizado inglês Roger Deakins, colaborador usual dos irmãos Coen, Sam Mendes e Dennis Villeneuve.

Quem for ver O PINTASSILGO (disponível no NOW, Apple TV+ e Amazon Prime Vídeo) vai ficar intrigado sobre o que saiu errado. O filme é longuíssimo (2h29min), confuso (a alternância entre flashbacks, flashforwards e o tempo atual é demasiada e tumultuada), irregular, contém cenas, personagens e assuntos demais (terrorismo, homossexualidade, abusos paternos, alcoolismo e ludopatia, acidentes domésticos, chantagens, assassinatos, traições e amores irrealizados.

É muita coisa para um filme só.

O ponto de partida é brilhante: um menino apanhado fumando na escola, enquanto aguarda a hora da reunião com o diretor da escola, vai com a mãe ao Museu Metropolitan, em Nova Iorque. Uma bomba explode matando sua mãe e propiciando que ele atenda o pedido de outra vítima roubando o quadro célebre THE GOLDFINCH, de Carel Fabritius (um discípulo de Rembrandt), em meio à confusão que se segue.

Durante décadas aquele fato – por variadas razões – vai dirigir sua vida e assombrar suas noites. O filme tem quatro idiomas (inglês, francês, ucraniano e alemão), teve locações na Holanda e, apesar de um orçamento de aproximadamente 45 milhões de dólares, rendeu apenas 9 milhões de dólares no mundo inteiro.

Independentemente da renda, o filme falhou. É pouco envolvente, confuso e deixa a clara sensação de ter aproveitado mal o livro em que se baseou.

Um leitor do site IMDB intitulou sua crítica de O PINTASSILGO, com a frase “Deveria Ter Sido uma Série na NETFLIX.” É uma ótima sacada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.