WISTING: Série Policial Norueguesa Mantém Nível dos Thrillers Nórdicos

O Canal Sundance da Amazon Prime Video está trazendo algumas séries exclusivas. Entre elas se destaca WISTING, um produção norueguesa com 10 capítulos nesta primeira temporada.

Seguindo a tradição de thrillers policiais com enredos bem urdidos, WISTING narra a surpresa da força policial de uma pequena cidade nórdica que se depara com a presença de um serial killer americano que mudou para lá e se tornou um “caveman” (na linguagem do FBI assumiu a vida de algum morador local). Uma dupla de agentes especiais (há agentes não especiais no FBI?) chega à pequena Larvik para monitorar e ajudar na captura de um dos “dez mais procurados”.

O protagonista é um detetive veterano local, William Wisting, vivido pelo ator de teatro norueguês Sven Nordin, habituée de peças de Sheakspeare e Tennessee Williams. O maior nome do elenco é a atriz canadense Carrie-Ann Moss (a eterna Trinity de MATRIX). Trata-se de uma ótima atriz que consegue expressar naturalmente o choque cultural entre policiais americanos e noruegueses.

O tema do “caveman” já gerou um ótimo policial: o filme ROUBANDO VIDAS, estrelado por Angelina Jolie e Ethan Hawke. A localização do enredo na pequena cidade norueguesa enriqueceu o tema e abriu uma série de possibilidades temáticas ricas muito bem exploradas pela série. Os dois filhos do policial viúvo, também agregam bastante ao filme, pelo fato da menina ser uma jornalista investigativa e o menino um ativista ambientel em férias na cidade.

WISTING dá perfeita continuidade à onda dos thrillers nórdicos iniciado brilhantemente pela trilogia de Stieg Larsson com Lisbeth Salander (que já gerou cinco filmes). Todos eles se caracterizam por histórias com crimes bárbaros, serial killers e policiais frios e solitários, perversidades sexuais, muito alcoolismo e dramas familiares complexos.

Tenho sido um consumidor ávido destes thrillers. Acho que esta veia nórdica dos filmes (e livros) policiais vem para ficar. Felizmente, do ponto de vista de quem gosta de um bom enredo policial.

The (Amazon Prime Video) Sundance Channel is featuring some exclusive series. Among them is WISTING, a Norwegian production with 10 chapters in this first season.

Following the tradition of well-plotted police thrillers, WISTING recounts the surprise of the police force of a small Nordic town facing the presence of an American serial killer who has moved there to become a “caveman” (FBI language for one that has taken over the life of some local resident). A pair of special agents (are there non-special agents in the FBI?) arrive at tiny village of Larvik to monitor and assist in capturing one of the “top ten most wanted”.

The protagonist is a local veteran widow detective, William Wisting, played by Norwegian theater actor Sven Nordin, who usually plays Sheakspeare and Tennessee Williams in theater. The biggest name in the cast is the Canadian actress Carrie-Ann Moss (the eternal Trinity of MATRIX). This is a great actress who can naturally express the culture clash between American and Norwegian cops.

The “caveman” theme has already spawned a great cop: the movie TAKING LIVES, starring Angelina Jolie and Ethan Hawke. The location of the plot in the small Norwegian town enriched the theme and opened up a number of good thematic possibilities that were well explored by the series. The widowed policeman’s two sons also add a lot to the film, because the girl is an investigative journalist and the boy an environmental activist on vacation in the city.

WISTING gives perfect continuity to the wave of Nordic thrillers brilliantly started by Stieg Larsson‘s trilogy with Lisbeth Salander (who has spawned five films). They are all characterized by stories of barbaric crimes, cold and lonely serial killers and policemen, sexual perversity, heavy alcoholism and complex family dramas.

I have been an avid consumer of these thrillers. I think this nordic vein of cop movies (and books) is here to stay. Fortunately, from the point of view of those who like a good thriller plot.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.