LINCOLN RHYME: Nova Série da NBC Traz Histórias de Jeffery Deaver Para a Telinha

O escritor americano Jeffery Deaver (que também é jornalista e advogado) ja fez 11 livros com histórias do detetive tetraplégico Lincoln Rhyme e sua parceira Amelia Sachs, sempre às voltas com tenebrosos assassinos em série. O primeiro e mais famosos livro de Deaver, O COLECIONADOR DE OSSOS virou filme em 1999, quando o cineasta australiano Philip Noyce escalou Denzel Washington e Angelina Jolie para viver a dupla nas telas.

Nesta semana estreou na NBC Americana (está disponível no HULU) a nova série LINCOLN RHYME: THE HUNT FOR THE BONE COLLECTOR onde se narra em episódios uma caçada da dupla pelo serial killer que deixa pedaços de ossos de suas vítimas como pista de seu próximo crime.

O ator californiano Russell Hornsby (FENCES e THE AFFAIR) vive o policial que sofre uma emboscada e, depois de uma queda fica tetraplégico. Lincoln – um detetive forense brilhante – passa a atuar em sua cama, auxiliado por uma unidade especial da Polícia, da qual faz parte a jovem Detetive Amelia Sachs, na série vivida pela atriz Arielle Kebbel (da série BALLERS). Também aparecem o conhecido Michael Imperioli, Ramses Gimenez, Tate Ellington e Brooke Lyons. O sinistro vilão é feito pelo ótimo ator irlandês Bryan F. O’Byrne que trabalhou em MENINA DE OURO, de Clint Eastwood.

Dois recursos narrativos já se sobressaem neste primeiro capítulo da série: a alta tecnologia das instalações e equipamentos utilizados pelos policias, como telas interativas com computadores acoplados, câmeras portáteis de alta definição, o que fundamenta um pouco mais a eficácia da unidade comandada por uma pessoa quase imóvel em uma cama. O segundo recurso em utilizar flashbacks de um período anterior ao acidente que vitimou Rhyme, quebrando a possível monotonia dele estar 100% do tempo na cama.

O duelo entre Lincoln Rhyme e Amelia Sachs contra o Serial Killer Colecionador de Ossos está apenas começando. Mas as histórias dos livros de Deaver são suficientemente criativas e interessantes para apontar um futuro de sucesso também para a série.

American writer Jeffery Deaver (who is also a journalist and lawyer) has already made 11 books with stories of tetraplegic detective Lincoln Rhyme and his partner Amelia Sachs, always grappling with murky serial killers. Deaver’s first and most famous book, The Bone Collector became a movie in 1999, when Australian filmmaker Philip Noyce cast Denzel Washington and Angelina Jolie to live the duo on screen.

This week premiered on CBS (available on HULU) the new LINCOLN RHYME: THE HUNT FOR THE BONE COLLECTOR, where it is chronicled in episodes the detectives duo hunt by the serial killer that leaves pieces of bone from its victims as a clue of his next crime.

Californian actor Russell Hornsby (FENCES and THE AFFAIR) lives the policeman who is ambushed and after a fall becomes quadriplegic. Lincoln – a brilliant forensic detective – starts acting in his bed, aided by a special Police unit, which includes young Detective Amelia Sachs in the series lived by actress Arielle Kebbel (from the BALLERS series). Also known are Michael Imperioli, Ramses Gimenez, Tate Ellington and Brooke Lyons. The sinister villain is made by great Irish actor Bryan F. O’Byrne who worked on Clint Eastwood‘s ONE MILLION DOLLAR BABY.

Two narrative features already stand out in this first chapter of the series: high-tech police facilities and equipment, such as interactive computer-mounted displays, high-definition handheld cameras, which further underlie the effectiveness of the one-person-driven unit . The second feature of using flashbacks from a pre-accident period that victimized Rhyme, breaking the possible monotony of being 100% of his time in bed.

The duel between Lincoln Rhyme and Amelia Sachs against the Serial Killer Bone Collector is just in the beginning. But the stories in Deaver’s books are creative and interesting enough to point to a successful future for the series as well.

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.