PICARD: Série da CBS no Universo Star Trek é Bem Melhor do que as Críticas Afirmam

Vi ontem o primeiro episódio da nova série da CBS (disponível no app CBS All Access da Amazon) STAR TREK: PICARD, trazendo de volta o aposentado Almirante da Frota Estelar Jean-Luc Picard, agora um pacato (e atromentado) vinicultor.

A série estreou esta semana nos EUA e foi massacrada pela crítica que achou monótona e lenta, apesar do roteiro ser do multipremiado Akiva Goldsman.

Eu gostei do primeiro capítulo. É verdade que ele sacrifica a ação (há apenas duas sequências de ação em um episódio de 44 minutos) em favor do drama nostálgico do velho Capitão da Enterprise, quase melancólico por ter sido forçado a abandonar a Frota Estelar por discordar de decisões políticas de seu comando.

A história traz a chegada de uma jovem sintética (o que seria um andróide mais perfeito) que procura Picard por sua vida estar em perigo. Isto força Picard (não contra o desejo dele) a abandonar a aposentadoria e ir atrás da jovem ameaçada e de seus perseguidores. Ainda não deu para ver bem como a história vai se desenvolver, mas o ponto de partida é para lá de interessante.

Picard é o ótimo ator inglês Patrick Stewart, sempre um ponto de interesse do filme por suas atuações. No elenco muitos jovens ascendentes como a atriz canadense Allison Pill (NEWSROOM), a inglesinha Isa Briones, o também britânico Harry Treadaway (MR. MERCEDES), Brent Spiner (como Data o velho companheiro de Picard) e a irlandesa Orla Brady (FRINGE).

A CBS tem lançado no All Access séries originais um pouco mais adultas, como o excepcional THE GOOD FIGHT. STAR TREK: PICARD é uma das apostas altas deste ano.

STAR TREK sempre teve uma batida mais filosófica e menos aventureira que seus concorrentes. O Sr. Spock estava mais para filósofo que para atirador de elite. E isto foi um dos diferenciais da franquia. Mesclar aventura e lições de vida, como a inquebrantável amizade do Comandante Kirk e o Sr. Spock.

Por tudo isto, acho cedo para decretar o fracasso de STAR TREK: PICARD. Eu vou seguir vendo. E bem interessado.

I saw yesterday the first episode of the new CBS series (available on Amazon’s CBS All Access app) STAR TREK: PICARD, bringing back retired Starfleet Admiral Jean-Luc Picard, now a peaceful (and frightened) winemaker.

The series debuted this week in the US and was slain by critics who found it monotonous and slow, despite the script being by multi-award-winning Akiva Goldsman.

I liked the first chapter. It is true that it sacrifices action (there are only two action sequences in a 44-minute episode) in favor of the old Captain of the Enterprise’s nostalgic drama, almost melancholy because he was forced to leave Starfleet for disagreeing with its political decisions. command.

The story brings the arrival of a synthetic girl (what would be a more perfect android) who seeks Picard because her life is in danger. This forces Picard (not against his wishes) to abandon retirement and go after the threatened girl and her pursuers. We haven’t yet seen how the story will develop, but the starting point is beyond interesting.

Picard is the great English actor Patrick Stewart, always a point of interest in the film for his performances. In the cast many young ascendants such as Canadian actress Allison Pill (NEWSROOM), English woman Isa Briones, also British Harry Treadaway (MR. MERCEDES), Brent Spiner (as Data the old companion of Picard) and Irish Orla Brady (FRINGE) .

CBS has launched a little more adult original series on All Access, such as the exceptional THE GOOD FIGHT. STAR TREK: PICARD is one of this year’s high stakes.

STAR TREK has always had a more philosophical and less adventurous beat than its competitors. Mr. Spock was more like a philosopher than a sniper. And this was one of the differentials of the franchise. Merge adventure and life lessons, like Commander Kirk and Mr. Spock’s unbreakable friendship.

For all these reasons, I think it is too early to declare the failure of STAR TREK: PICARD. I will continue to see. And well interested.

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.