SHARON TATE: Atriz que Teve Morte Trágica Faria 76 Anos Hoje. A DANÇA DOS VAMPIROS é seu Melhor Filme

O filme ERA UMA VEZ EM HOLLYWOOD, de Quentin Tarantino conta, entre outras histórias, uma nova versão (livre) do cineasta sobre os fatos que envolveram a seita de Charles Manson e o assassinato da atriz Sharon Tate, em 1969, aos 26 anos. No filme é a ótima Margot Robbie que vive a atriz.

Há vários outros filmes e/ou documentários sobre Sharon Tate, como THE HAUNTING OF SHARON TATE, que o cineasta Daniel Farrands fez com a atriz Hillary Duff vivendo a atriz assassinada.

Quando morreu, Sharon havia feito apenas 11 filmes, sendo os dois mais notáveis, a comédia A DANÇA DOS VAMPIROS, de Roman Polanski e o melodrama O VALE DAS BONECAS, de Mark Robson, baseado no best seller de Jacqueline Susan (que deu a Sharon Tate uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Atriz Iniciante). Tinha participado de episódios de duas séries de TV muito populares, MR.ED (sobre um cavalo que falava) e O AGENTE DA U.NC.L.E. (com Robert Vaughn e David McCallum como Napoleon Solo e Ilya Kuriak).

Em A DANÇA DOS VAMPIROS (THE FEARLESS VAMPIRE KILLERS), o diretor (e futuro marido) Roman Polanski fez uma excelente comédia sobre os filmes de vampiros, vivendo Alfred, o auxiliar menos dotado do Professor Abronsius (uma matador de vampiros vivido pelo ator Patrick McGrowan). Sharon Tate, bem ao estilo das pin-ups dos anos 60, vivia a sensual Sarah Sagal, a maior tentação dos sedentos dentuços mortos-vivos.

Vi A DANÇA DOS VAMPIROS em um dos muitos ciclos de sucesso do Cine Bristol. Era um local de resgate de ótimos filmes das décadas anteriores. A DANÇA DOS VAMPIROS é um destes excelente filmes, mostrando o talento invulgar (do então iniciante) Polanski.

Claro que o posterior assassinato brutal de Sharon Tate colocou o filme no baú, passando a circular muito pouco. Mas é um título que vale a pena conhecer, até como homenagem à atriz.

The film ONCE UPON A TIME IN HOLLYWOOD, by Quentin Tarantino tells, among other stories, a new (free) version of the filmmaker about the facts that involved the sect of Charles Manson and the murder of actress Sharon Tate, in 1969, at the age of 26. In the film is the great Margot Robbie who lives the actress.

There are several other films and / or documentaries about Sharon Tate, such as THE HAUNTING OF SHARON TATE, that filmmaker Daniel Farrands made with actress Hillary Duff playing the murdered actress.

When Sharon died, she had made only 11 films, the two most notable of which were Roman Polanski‘s comedy THE FEARLESS VAMPIRE KILLERS and Mark Robson’s melodrama VALLEY OF DOLLS, based on Jacqueline Susan‘s best seller (which she gave to Sharon Tate a Golden Globe nomination for Best Newcommer Actress). She had participated in episodes of two very popular TV series, MR.ED (about a talking horse) and THE MAN FROM U.NC.L.E. (with Robert Vaughn and David McCallum as Napoleon Solo and Ilya Kuriak).

In THE FEARLESS VAMPIRE KILLERS, director (and future husband) Roman Polanski made an excellent comedy about vampire films, playing Alfred, Professor Abronsius’ less gifted helper (a vampire slayer played by actor Patrick McGrowan). Sharon Tate, in the style of pin-ups of the 60s, lived the sensual Sarah Sagal, the greatest temptation of the thirsty toothy undead.

I saw THE FEARLESS VAMPIRE KILLERS in one of Cine Bristol’s many success retrospectives. It was a rescue for great films from previous decades. THE FEARLESS VAMPIRE KILLERS is one of these excellent films, showing the unusual talent (of the then beginner) Polanski.

Of course, the subsequent brutal murder of Sharon Tate put the film in the trunk and started to circulate very little. But it is a title worth knowing, even as a tribute to the actress.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.